Meu Mix Viagens Design

Primeiras Impressões da Maison & Objet, Dicas e Prediletos

maison-objet

A feira é gigantesca. Sério, gigantesca. Não vai adiantar eu te falar o número de expositores ou a metragem, mas se você olhar esta primeira foto do post vai conseguir ter uma ideia sabendo que esta é a metade de um pavilhão dentre 8 pavilhões rsss


Aproveita para ver os posts que fiz sobre a Maison & Objet:


Exatamente por isso, antes de mostrar as minhas escolhas de hoje, quero te dar algumas dicas práticas caso você queira um dia vir para a feira, sim pq vale muito a pena fazer essa viagem. Lembrando que eu vim como imprensa e, por causa disso tive muitas regalias, como: poder um usar um guarda volumes exclusivo e sem filas, entrar sem fila, poder tirar foto de tudo, etc, mas vivenciei também o outro lado pois minha sogra não esta como imprensa, então essas dicas  são super válidas ok.

Vamos lá:

  1. Venha de ônibus. Do centro de Paris saem algumas ônibus direto para o centro de exposições, o trajeto leva uns 40 minutos pela manhã, mas na volta (e olha que saimos às 17h e não às 19h30, horário que acaba a feira) tinha uma filinha de uns 40 minutos, nada caótico, bem tranquilo, mas como estava bem frio recomendo vir super agasalhado.
  2. Uber não consegue entrar no centro de exposições, portanto, se você não quer voltar de ônibus, anote o tel de uma empresa de taxi pois a fila do taxi na volta estava tão grande quanto a do ônibus.
  3. Como praticamente todo mundo vem encapotado guardar o casaco é fundamental. Minha sogra pegou uma fila, mas nada assustador, toda a equipe da feira foi muito gentil e prestativa em todos os momentos, o que facilitou demais.
  4. Existem diversos pontos que você pode parar para tomar um lanche, alguns mais charmosos que outros. Quando você encontrar um charmosinho pare e coma, não se sabe se o seguinte será também tão legal quanto este rssss
  5. Vá de tênis, isso é fundamental! Você viu o tamanho da feira né? Se preocupe mais em estar confortável do que linda/o rssss
  6. Leve uma bolsa pequena, cada vez menos as pessoal fazer catálogos, e se você não é um colecionador compulsivo de catálogos tire uma foto ou anote no cel o email de quem você gostou e depois peça mais infos.

Bom, acho que as principais dicas práticas são essas. Vamos aos prediletos?

Serão muitos dias de posts ok, mas eu te garanto que você vai gostar.

Registrei o que realmente achei diferente e me deu vontade de ter em casa, este foi o meu critério, bem pessoal e emocional. Como eu acredito que o blog deve ser!

Obs: todas as imagens estão com os links para os sites das marcas 😉 Quer ver mais, clica nas imagens!

Vamos começar pelo estande mais imponente e fora da caixa da feira, o da Sempre.

A marca tem uma filosofia interessantíssima, fogem do industrial e massificado..

Gust Sempre, o CEO da marca tem um texto bacana no site deles…

… explicando o que busca com a marca e qual tipo de trabalho o satisfaz. Vale a leitura.

Além do estande maravilhoso, eles fizeram um bar (um dos mais bacaninhas da feira) com bebidas geladas e quentes.

Kitsh ao máximo da palavra a Kitsh Kitchen ganhou meu coração assumindo o lado lindo do brega.

Sente os cestos de canudos e as pontinhas dos cabides coloridos de plástico!

E esse verde mexicano então, tô apaixonada!

As obras da Kyoko me tocaram de tão delicadas. São bordados alta costura em figuras divertidíssimas.

Quem me apresentou suas peças foi o marido dela, um apaixonado pela mulher <3

…formando esculturas lindas e exclusiva. Quem assina o trabalho é uma senhora italiana muito descolada 😉

Aqui a história é a seguinte: cada livro logado às traças é recuperado e tem suas folhas dobradas uma a uma de maneira única e especial…

Quando falo em feltro tem gente que torce o nariz. NÃO não não, se este é o seu caso, vem conheçer um trabalho autoral e lindo feito com feltro…

… é este da inglesa Fiona Walker.

Socorro! Alguém me tira daqui se não eu durmo nesse Cacoon maravilhoso. Sério, quser fiuei lá por um bom tempo, é DELICIOSO! Quem me segue no Insta já viu kkkkk

Descolados, turcos, simpáticos, moderninhos e…

… de ágata! Adorei essa coleção da Bornn.

Olha que lindas as peças desta francesa: Renard Bijoux. Fiquei enlouquecida coma delicadeza das caixinhas.

Além dos objetos ela também faz colares e anéis. Quando cheguei no espaço, ela estava tomando uma das sopas mais perfumadas que já vi rsss (curiosidade boba…)

Para mim um dos ápices do dia. Amei o trabalho da Violaine – uma francesa simpática mas que falava inglês com ninguém, apesar de entender tudinho kkkk

Ela recorta todos os moldes das peças que vai trabalhar na porcelana e trabalha com eles como se fossem tecidos…

Uma coisa impressionante, perfeita e de MUITA destreza. AMEI mesmo.

Bom, me fala se vc curtiu hein, pois aqui são mais de 2h da manhã e eu tô na função fazendo esse post para vc kkkkk

Beijos, Lucila

You Might Also Like

5 Comentários

  • Responder Meus Preditelos da Maison & Objet - parte 2 | Casa de Valentina janeiro 22, 2017 at 11:53 am

    […] post AQUI eu já mostrei algumas das marcas que mais gostei de ver e/ou conhecer aqui em Paris. A grande […]

  • Responder Marília Malucelli janeiro 22, 2017 at 12:45 pm

    Amei seu post porém estou com dificuldades para lidar com tanta informação sensacional.
    Desejo um dia poder visitar a Maison & Objet e seguir suas dicas mas antes preciso aumentar minha inteligência emocional pra não surtar por lá. Você toma calmante antes de ir? rsrsrsrs

    Aproveite muito e vai contando tudo por aqui e no insta stories!!

    Beijos

    • Responder Casa de Valentina janeiro 22, 2017 at 10:51 pm

      kkkkk nem me fala!!! É tenso mesmo viu, para mim foi complicado principalmente na ala infantil rssss
      Bjs bjs

  • Responder Cristina B A Azevedo janeiro 23, 2017 at 12:02 pm

    Oi Lucila, que delícia! Acredito que deva ser realmente maravilhoso fazer essa visita na Maison & Object. Me traz uma lembrança boa da época que eu fazia as feiras de moda e pesquisas em NY, apesar de ser cansativo pra caramba, sempre vale muito a pena!

    • Responder Casa de Valentina janeiro 28, 2017 at 2:25 pm

      Cris, verdade! Nossa essa feira foi simplesmente INCRÍVEL!!!! Bjs bjs, Lú

    Deixe uma resposta