Foto acima: Monica Assan

Viver na maior cidade do país compartilhando o mesmo espaço com seu irmão ou irmã muitas vezes pode ser um grande desafio, e porque não o resolver com arquitetura e decoração? O Open House dessa semana traz a história do apê do casal de irmãos Marcelo, fundador da Geest Gin, e Marília, jornalista, que vivem juntos em um espaço jovem e descolado, com boas ideias de integração e um décor industrial.

O apartamento tem 137m² e fica em Perdizes. O prédio escolhido é super completo; tem 3 vagas na garagem, depósito e espaço pet, esse último muito importante para a Avelã, a outra moradora rsss Todo o projeto do apê foi desenvolvido pelas sócias Débora Pinheiro e Renata Nascimento do escritório Red Square Arquitetura, e abaixo todos falaram um pouco sobre esse processo. Vamos conhecer?

Casa de Valentina: Antes de começarmos a falar sobre o apê e já que você tem uma marca de Gin, não vou resistir a pergunta: uma sugestão de drink para o final de ano com o seu Gin?

Marcelo: Uma sugestão simples é preparar um Gin Tônica com Limão Siciliano e Alecrim: em um copo com gelo acrescentar 50ml de Gin, uma rodela de limão siciliano, um pouco de suco (10-15ml), completar com água tônica e decorar com o ramo de alecrim. Mas, se quiser um mais elaborado, tem o Tom Collins, muito refrescante:

  • em uma coquetelaria com gelo acrescentar 30ml de Gin, 20 de suco de limão e 15ml de xarope simples de açúcar;
  • agitar por 10 segundos e coar em um copo longo com gelo;
  • completar com club soda e decorar com uma cereja maraschino.

CV: Bom, me conta, lamúrias e vantagens de se morar com a irmã?

M: Minha irmã é muito tranquila, não implica muito e não briga comigo hahahahah. Quando estou no apto sempre fazemos algo juntos, além de cozinhar para ela. Mas confesso que a quantidade de festas no apto é menor, não posso abusar rsss

Deslizando o post você encontra mais detalhes da entrevista, além tour completo pelo apê no vídeo abaixo. Dá o PLAY 😉

Fotos: Mariana Orsi

CV: Tem algum objeto na casa que você tenha um apego especial?

M: Amo meu bar e minha coleção de bebidas, gosto de estudar e aprender sobre bebidas, agora consigo deixar minha coleção bem organizada e de fácil acesso para uma degustação.

CV: E seu ambiente predileto na casa?

M: Amo a cozinha/sala/varanda, considero um ambiente só hahahahha É bem amplo e integrado, não importa onde você está, sempre fará parte da festa. Nessa área consigo fazer tudo o que gosto muito, como receber meus convidados.

Fotos abaixo: Monica Assan

Fotos abaixo: Mariana Orsi

CV: Quanto tempo durou a obra?

Red Square Arq.: Eles nos contrataram no final de janeiro deste ano (2019) e iniciamos o projeto em fevereiro. Como eles precisavam se mudar o quanto antes, corremos para entregar o projeto em um mês e, em julho, o apê estava finalizado com decoração e tudo!

CV: Qual foi o pontapé inicial do projeto?

RSA: Inicialmente os clientes não queriam fazer muitas modificações, mas se animaram com as intervenções e fizemos melhorias em todos os ambientes. O conceito do projeto previa elementos industriais, mas foi durante uma visita técnica com o engenheiro da obra, que descobrimos que a laje em concreto nervurado, e refizemos o projeto luminotécnico, com a certeza que o elemento estrutural ficaria aparente.

CV: E qual foi o maior desafio?

RSA: Atender as demandas estéticas da família mantendo um ambiente prático e funcional para a rotina da família, que gosta muito de receber em casa. Outro desafio foi encontrar um serralheiro que executasse com qualidade as peças que desenhamos para itens importantes para eles, como a estante de livros da Marília, aparador do sofá e bar para a coleção de bebidas do Marcelo.

Fotos abaixo: Monica Assan

Fotos abaixo: Mariana Orsi

CV: Como é morar em São Paulo?

Marília: Morar em São Paulo sempre foi uma vontade que tive, mesmo morrendo de medo de sair debaixo das asas dos meus pais. Quando tive a oportunidade de escolher qual profissão seguir e qual faculdade fazer, decidi focar na capital. Hoje completo 4 anos e meio morando nessa cidade doida e, por mais que voltar para o interior vez ou outra seja essencial para mim, não me vejo morando em outro lugar.

CV: Quais são seus favoritismos no apê?

M: Minha estante de livros, com certeza! Sempre tive o sonho de ter uma prateleira, e quando contei para as meninas, elas desenvolveram algo muito melhor que eu poderia imaginar! É clichê dizer, mas amo meu quarto como um todo, ele ficou exatamente do jeito que eu queria, minha cara!