O início do ano é um bom momento para organizar as ideias e se reciclar em muitos aspectos, inclusive nos assuntos arquitetura e decoração, e vejo cada vez mais latente a necessidade do “olhar treinado” para o que é realmente bonito, que traz um informação interessante, o que é moda e do que é perene, etc. E esse olhar a gente só adquire vendo muita coisa boa! As empresas e cool hunters que trabalham para captar tendências já sabem bem antes o que vai rolar, e na metade do ano anterior, no caso 2019, soltam os lançamentos e novidades para as marcas e serviços se prepararem para as demandas.

O significado literal da palavra tendência é “aquilo que leva alguém a seguir um determinado caminho ou a agir de certa forma.”, ou seja, é como apontar um norte; quando temos uma direção, criar com base nela deixa o processo mais dinâmico. Deve-se levar em consideração também, o fato de que hoje vivemos em um mundo diverso, então cada um pode absorver e se apropriar das tendências da maneira que se sentir melhor. Democrático, né?

Como disse lá em cima, estar atento(a) aos movimentos das lojas, feiras, exposições, sites, revistas, mostras e do Brasil e do mundo, é fundamental para se inteirar de tudo e fazer boas leituras das novidades, e é embasada em bureaus e oportunidades que experienciei em 2019, que deixo aqui alguns pontos interessantes para esse ano que está começando 🙂

CORES NEUTRAS: fundamentais na decoração, cores suaves e neutras sempre estarão em alta, mas depois de muitos anos predominando o cinza, dessa vez é o bege que ganha atenção! Eu particularmente adoro, não só esteticamente, mas também pela sensação de calmaria e por refletir melhor a luz natural. Cores que remetem a natureza serão mais que bem-vindas, como tons terrosos, verdes e azuis suaves, e o cru.

Projeto acima: Paco Oria Estudio

MONOCROMÁTICO: os ambientes monocromáticos estarão com força total. Do bege ao violeta, da mais clara à mais escura, todas as cores podem ser exploradas nos ambientes, mobiliários, objetos de decoração, paredes e tetos!

NATUREZA: mais que décor, a questão aqui é lifestyle. O uso das plantas continua sim forte nas áreas internas e externas, mas tudo que é ligado ou que remete à natureza vale, já que os ela é capaz de ajudar a desacelerar o ritmo frenético das nossas rotinas.

CURVAS: saindo de tempos com linhas rígidas e retas, as curvas, assim como as cores, vêm para dar suavidade às formas. O orgânico da natureza pode ser inspiração para paredes curvas e arcos; a quebra da rigidez é bem interessante e pode criar um desenho lindo – mais um tópico que gosto bastante.

Projeto acima: Kapsimalis Architects

IMPERFEITO: reparou como todos os pontos se conectam? A busca por um estilo de vida mais leve está ligado diretamente à natureza e ao imperfeito. A pluralidade das coisas está cada vez mais em alta, e a não preocupação com o perfeito, idem. Peças com marcas do tempo e histórias interessantes têm ganhado espaço na decoração, por exemplo.

CONFORTO E BEM-ESTAR: acredito que não tenha tendência mais importante que essa… Aquela história de sair comprando tudo novo ficou para trás, e temos visto como a história e individualidade de cada um deve ser respeitada e preservada, inclusive na arquitetura e decoração. Viver em um espaço se sentindo bem e se enxergando em todos os cantos é o que há!

E você, com qual tendência mais se identifica? Me conta aqui nos comentários, vou adorar saber 😉

Esse é um conteúdo feito pelo Casa de Valentina com apoio da OMA, que na nossa opinião é a melhor empresa para cuidar do seu imóvel 😉

Fontes: Revistacasaejardim.globo.com, Elledecor.com, Wgns.com, Ideiademarketing.com.br
Imagens: Archdaily.com.br, Rugsociety.eu, Greenweddingshoes.com