Vamos continuar o Open House no apartamento da artista Luciane Chermann? Acho tão interessante pensar que em meio à agitação do Jardins em São Paulo, exista uma morada linda e sensível em que os detalhes são capazes de criar ares com tanta tranquilidade! É realmente como um respiro em meio à eferverscência.

O apê é tomado pelas obras da artista, todo e qualquer tipo de espaço pode virar uma peça ou apoio para criação, inclusive o mobiliário, que muitas vezes é parte da instalação. A sala de estar é um ótimo exemplo disso, fiquei encantada quando me deparei com mais uma opção de estação de trabalho da artista, já que os materiais para esculpir e pintar ficam ali, junto aos moldes e peças acabadas. Por mais que a parede verde seja escura, ela contrasta com as paredes claras perfeitamente, permitindo que as obras sobressaiam e que o espaço fique inspirador para trabalhar.

A mesa de jantar às vezes cumpre sua função original, a Luciane contou que quando os amigos ou a família estão por lá, ela ajeita as esculturas e o jantar acontece no meio de tudo, super funciona! A maneira de viver em meio à arte é assim, tudo se molda e se transforma de acordo com as necessidades ou mood. A artista comentou que é desafiada todos os dias, seja tecnicamente ou emocionalmente, mas faz da rotina um enorme aprendizado e sua morada acaba evoluindo de forma fluída e cheia de personalidade.

Perguntei à Luciane qual cômodo ela mais gostava no apartamento e a resposta foi a biblioteca, onde, além de seus livros, ficam peças de família, rascunhos e também seu objeto predileto da casa que, pasme, não é uma obra de arte, é o vasinho de trevo de quatro folhas do neto, que ela cuida religiosamente no mesmo horário todos os dias. Esse trecho da nossa conversa terminou de uma maneira bem especial:

“Na verdade, gosto de tudo na minha casa, tudo mesmo. Tudo aqui é especial e cuido com carinho, pois é a minha história e da minha família que tanto amo…”

Garanto que a visita nessa casa me rendeu uma tarde cheia de aprendizados; andar pelos cômodos com a Luciane foi uma aula, e não poderia deixar de dividir isso com você. Então, dá play no vídeo abaixo e me conta nos comentários o que achou de tudo 😉

Aaaah! Hoje tem a abertura da exposição DE SIGNO da Luciane Chermann aqui em São Paulo, e a partir de amanhã estará aberta ao público. Quem quiser sentir um gostinho desse Open House pessoalmente, não pode perder:

Exposição DE SIGNO
Data: 13 de novembro à 14 de dezembro de 2019
Horário: 10h às 18h, de segunda à sábado
Local: Studio 689 de Ugo di Pace (Al. Gabriel Monteiro da Silva, 689 – Jardim Paulistano, São Paulo-SP)

Fotos: Rafael Renzo