Você teria coragem de pegar uma casa muito antiga, para transformar na sua casa dos sonhos? Bom, a Bruna Lucchesi sim! A protagonista do Open House dessa semana é uma casa de 300m², que fica em uma vila super charmosa no bairro Vila Olímpia aqui em São Paulo. Além de ela e o marido amarem natureza e cavalos, a Bruna é proprietária da Sowrella, empresa de jardins e arranjos para casa e festas – vale a pena conhecer -; então ambos almejavam uma casa que remetesse ao campo, em meio a cidade. Na primeira visita ao imóvel o casal percebeu que seria necessária reforma completa e, como a irmã da Bru é arquiteta e uma das sócias do Mestisso Arquitetura, Andrea Lucchesi, o escritório assumiu o projeto! – aliás, tem Open House da casa da Dea AQUI.

Casa de Valentina: Como foi o processo de sair de um apartamento, para morar em uma casa?

Bruna Lucchesi: Sempre quis morar em casa, porque me faz sentir mais perto da natureza, posso ter um jardim, mais liberdade para criar os filhos e momentos em família. O Beto já tinha morado em casa quando pequeno, mas era meio avesso por conta de segurança, até que ele encontrou essa vila e resolveu apostar na ideia! 

CV: Quais são seus objetos prediletos?

BL: Gosto das peças com história, como a poltrona do meu tio avô e a escrivaninha do avô do Beto. Procuro sempre ao escolher uma peça pra casa, valorizar o que é feito à mão, que remete a natureza e feito por pessoas próximas (familiares e amigos).

Assista ao vídeo abaixo, que tem tour completo por essa morada para lá de aconchegante. Aaaah! E a entrevista continua ao longo das fotos 😉

Fotos: Monica Assan

Pausa para essa mesa LINDA  e deliciosa que a Bruna e a Samara Lourenço da Balancê fizeram quando eu estava lá com minha equipe, adoro o trabalho delas:

CV: Ônus e bônus de viver em São Paulo? 

BL: Gosto de São Paulo, porque tenho minha família e amigos; amo meu trabalho e clientes; e gosto de curtir bons restaurantes… Mas meu coração está um bom pedaço longe daqui, onde tem natureza: no campo, na praia… É um equilíbrio!

CV: Tem algum ambiente que mais gosta?

BL: Amo meu quarto, é onde fazer o Dudu dormir; onde me encontro e converso com meu marido com mais tranquilidade, e a paisagem/fotografia linda do sertão em cima da cabeceira, me faz todos os dias lembrar a simplicidade de viver e agradecer por ter este lugar onde moramos.

CV: Como foi projetar para sua irmã?

Andrea Lucchesi – Mestisso Aqruitetura: É sempre um desafio projetar para pessoas tão íntimas, mas minha irmã foi muito compreensiva e escutou bastante a gente!

CV: Quanto tempo durou a obra?

AL – MA: 8 meses de obra + 2 meses de marcenaria, ajustes e produção.

CV: Qual foi o maior desafio?

AL – MA: Pensando em projeto, foi transformar uma casa hexagonal em ortogonal. Resolvemos deixandos os “bicos” nas áreas menos usadas, como garagem e despensa. E na obra, descobrimos alguns pilares e vigas, e tivemos que alterar o layout da sala por conta disso. Fizemos então o banco entre pilares no gazebo, pois o cliente não queria fazer vigas de transferência, e o resultado ficou bem satisfatório.