Entre o Mar e a Montanha

Home  /  Projetos  / Entre o Mar e a Montanha
Entre o Mar e a Montanha 2019-06-30T18:42:15-03:00
06 2019

Entre o Mar e a Montanha

30 jun, 2019 | Casas, Acima de 200 m2, Praia

Project Description

Localizada em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, esta residência de veraneio foi projetada do zero pelos arquitetos Bernardo Gaudie-ley e Tânia Braida, do escritório Beta Arquitetura. Sobre o terreno de 1.400m², que também tem vista para uma área verde montanhosa, a dupla ergueu e decorou, em dois anos, uma casa de 700m² distribuídos em dois pavimentos.

É o refúgio entre o mar e a montanha de uma família carioca, composta por um casal na faixa dos 50 anos, com um casal de filhos de 23 e 25 anos.

Segundo os arquitetos, o ponto alto do projeto é a fachada da casa, que tira partido do imenso cubo que avança em direção à piscina. Sob esse volume projetado no segundo pavimento, foi criado um espaço gourmet, ambientado com móveis próprios para ficar ao tempo, e dentro do cubo fica a varanda da suíte do filho. Outro diferencial da fachada é a mistura de revestimentos naturais, alternado, de um lado, filetes de madeira pedra e, do outro, réguas de madeira peroba rosa.

Grandes vãos e painéis de vidro deslizantes permeiam toda a construção para permitir a máxima integração entre os ambientes internos e externos e, por tabela, a conexão dos moradores com a natureza ao redor, mesmo dentro de casa. O andar térreo reúne sala de estar com TV e cozinha com área para refeições, tudo integrado e aberto para o verde, sem paredes ou muros. Já o segundo andar acomoda quatro suítes, todas com varandas.

Outro destaque da residência é a piscina em forma de L, às margens do canal, revestida em pedra Hijau, material natural de origem vulcânica originário da Indonésia que apresenta diversos tons de verde que se intensificam em contato com a água e de acordo com a incidência de luz solar.

No que se refere à decoração, a dupla de arquitetos optou por uma palheta de tons neutros, com móveis claros e atemporais e madeira, que deixa os espaços mais acolhedores. A exceção foi aberta no espaço gourmet, que ganhou bancadas em mármore preto. E a casa capta tanto a água da chuva, usada nas regas e lavagens de piso, como energia solar, utilizada na iluminação externa e no aquecimento da água.

Paisagismo: Horto das Palmeiras.
Fotos: MCA Estúdio.

Profissional:


Mais Projetos deste Profissional

Cozinha Alecrim – CASACOR

Compartilhar no WhatsApp O ambiente assinado pelo escritório Beta Arquitetura para a CasaCor Rio é a Cozinha Alecrim. O ambiente de 34m² inclui uma sala de... Leia mais +