PROJETO > CASAS
Casa de campo cercada por natureza
BLOG > OPEN HOUSE
Apartamento com grande otimização de espaços
PROJETO > APARTAMENTOS
Apartamento amplo e versátil com madeira ash
PROJETO > CASAS
Casa na praia com muitos elementos naturais
Home2020-02-28T07:27:32-03:00

_CASA DE VALENTINA
NO YOUTUBE

_GUIA DE
PROFISSIONAIS

_GUIA DE
PROJETOS

Casa de arquiteto com vão livre, muita cor e verde

No Open House de hoje trouxemos uma casa muito colorida e impactante! A casa é de Janina Ester, jornalista apaixonada por design e cultura e de seu marido André Mattar que é arquiteto. O resultado? Uma casa repleta de história, conceito e personalidade. 

Conheça esta residência e se inspire. Aperta o PLAY:

 

Casa de Valentina: Quais memórias relacionadas ao universo do morar você carrega de outros lugares que já viveu? Algo te marcou muito a ponto de você querer reviver esse clima na sua casa atual?

Janina Ester: Até determinada idade nunca fui ligada em coisas de casa. Cresci na casa da minha avó, cercada de tios e tias, todos de carreira acadêmica e intelectuais; professores de Física, Química, Biologia, Matemática, Filosofia,…. Definitivamente “decoração” não estava na pauta do dia(risos). A ligação com o universo do morar chegou junto com o meu casamento. Quando fui ter meu próprio espaço, passei a viajar muito e a observar como pessoas de outras culturas viviam. Aí fui aprimorando meu olhar e a minha primeira profissão – Jornalismo – reforçou isso, já que acabou me levando para esse “caminho”.

Casa de Valentina: Você acha que existe o certo e o errado na decoração? Se sim, quais seriam?

Janina Ester: Sim. Certo é você se cercar de um ambiente que te faz bem, que tenha a sua cara, que te traga boas lembranças e te proporcione boas experiências. Errado é você querer viver num lugar no qual não se reconhece, apenas porque é moda, tendência, ou para aparentar ser uma coisa que não é, tentando sustentar um ”status quo”.

Casa de Valentina: O que não entra de maneira nenhuma na sua casa?

Janina Ester: Vou te responder com uma frase de Oscar Wilde: “Tenho gostos extremamente simples: somente o melhor me satisfaz.” Brincadeiras à parte, não entram em casa peças que não me dizem nada. Elas podem até chegar, mas ficarão só de passagem.

Casa de Valentina: A arquitetura sabemos que quem assina é o seu marido, mas a parte de interiores vocês dividiram 50/50?

Janina Ester: A casa tem 160m² construídos em um terreno de 1000 m², mas temos previsão de aumentá-la. Utilizamos materiais muito simples, pois na época ela foi feita com poucos recursos. O interior é predominantemente meu, com peças trazidas do meu antigo apartamento. Aos poucos fomos acrescentando coisas adquiridas por nós dois, mas a base é minha, assim como as ideias de constantes mudanças!

Casa de Valentina: Você se reconhece em um determinado estilo de casa ou abraça diversos deles?

Janina Ester: Pergunta difícil essa, porque acho que todos os estilos têm seu charme. Mas, para eu morar, prefiro um estilo mais simples, descomplicado, sem muito “brilho”; um estilo que abraça qualquer peça que eu queira inserir, ou seja, sem “moda”. Agora, um estilo que me identifico demais ( e que se eu tivesse que escolher para morar a vida inteira) é o que trafega pelo mediterrâneo. Gosto de itens “parrudos”, campestres, com pedras, barro, fibras naturais, elementos crus, trepadeiras, pátios internos… Adoro a arquitetura mexicana.

Casa de Valentina: Se não trabalhasse no mercado de arquitetura e interiores trabalharia em qual setor?

Janina Ester: Marketing Digital, Marketing de relacionamento, Publicidade… coisas ligadas a pensar ideias; tenho muitas.

Casa de Valentina: Agora uma pergunta difícil. Quais são seus 3 arquitetos prediletos?

Janina Ester: Dos “dinossauros” fico com Tadao Ando, Frank Lloyd Wright e Barragán. Dos contemporâneos, diria o Olson Kundig Architects, de Seattle e CC Arquitectos, do México.

Fotos: Janina Ester / Divulgação

5abril

Papo de Paisagista – Como nós, arquitetos, paisagistas e designers de interiores podemos ajudar no pós-pandemia com nosso propósito?

05, abril|Paisagismo, Papo de Paisagista|

Devido à pandemia do coronavírus, todos nós estamos reconsiderando a funcionalidade e a utilidade de nossos espaços de interiores em casa e no trabalho. Fomos forçados a ficar em casa por mais tempo e por mais propósitos do que jamais imaginávamos. Precisamos reinventar nossas vidas [...]

Carregar mais Posts

PERFIL

CATEGORIAS

Ir ao Topo