PROJETO > CASAS
Casa de fazenda com paredes de vidro e vista panorâmica
PROJETO > APARTAMENTOS
Tons neutros e mobília italiana tomam partido neste Apê
PROJETO > APARTAMENTOS
Cobertura com terraço gourmet e móveis garimpados
BLOG > PAISAGISMO
Papo de Paisagista – O que é a Nova Cidade?
Home2020-02-28T07:27:32-03:00

_CASA DE VALENTINA
NO YOUTUBE

For privacy reasons YouTube needs your permission to be loaded.
I Accept

_GUIA DE
PROFISSIONAIS

_GUIA DE
PROJETOS

Um apartamento na Alemanha mas lotado de obras e móveis levado do Brasil

Uma casa galeria, com rotatividade de obras acredito que seja o sonho de quem realmente curte o assunto, particularmente adoro a sensação de encontrar algo lindo e trazer para casa, mas se isso não for um trabalho na prática acaba sendo inviável. Talvez por isso a ideia da casa galeria me agrade tanto…

O Marcio Vargas mora em Mannheim, Alemanha, há cerca de 02 anos. Da sua paixão pela arte brasileira resolveu criar a Casa +55 uma galeria dentro do próprio imóvel.

O apartamento fica num prédio construído em 1917 remanescente da Escola Bauhaus na área central de Mannheim. Poucas intervenções foram realizadas no apartamento com o intuito de preservar o local, foi mantido o piso em mármore similar ao carrara que vemos com frequência nas casas daqui.

Aperta o play e vem conhecer esse Open House com a gente!

For privacy reasons YouTube needs your permission to be loaded.
I Accept

Casa de Valentina: Do que mais sente falta no Brasil?

Marcio Vargas: São as nossas origens. A sua cor, o seu improviso, a sua alegria, o tropicalismo e toda a pluralidade das artes é fascinante. Por isso eu trouxe a Casa +55, uma casa brasileira na Alemanha, para as pessoas vivenciarem não só a minha história, mas vivenciar o Brasil.

CV: Quais as grandes diferenças positivas em viver na Alemanha?

MV: Poderíamos dizer que a Alemanha é um país cartesiano, lógico e processual, até mesmo pela Língua Alemã muito enraizada. Acredito que isso se transcreve pela cultura do País, como também a bagagem que os faz ter muito respeito ao próximo. A paixão pelas casas é transmitida aos finais de semana através das flores e seus arranjos em suas mesas expostas para longos cafés da manhã. E diferente do brasileiro, numa longa conversa como esta, os alemães esperam por sua vez para falar enquanto ouvem o locutor.

CV: Qual a visão inicial que o alemão tem sobre a arte brasileira?

MV: Por seu respeito, os alemães admiram as cores, a volumetria e a inovação da arte brasileira. Meu papel aqui é mostrar um Brasil além do futebol e da Amazônia, é destacar e valorizar a pluralidade e expressões que o país tem.

CV: Se voltar para o Brasil quais hábitos adquiridos aí irá manter?

MV: Nunca mais serei o mesmo! Quando temos uma experiência diferente, nos tornamos diferentes. A soma de experiências, novos olhares e novas culturas foi o que me trouxe para a Alemanha, e assim, ajudo contribuir com meu país futuramente. Outro ponto que devo destacar é a pontualidade rígida dos alemães. Se eu falo, eu faço!

Fotos: Marcio Vargas / Divulgação

5abril

Papo de Paisagista – Como nós, arquitetos, paisagistas e designers de interiores podemos ajudar no pós-pandemia com nosso propósito?

05, abril|Paisagismo, Papo de Paisagista|

Devido à pandemia do coronavírus, todos nós estamos reconsiderando a funcionalidade e a utilidade de nossos espaços de interiores em casa e no trabalho. Fomos forçados a ficar em casa por mais tempo e por mais propósitos do que jamais imaginávamos. Precisamos reinventar nossas vidas [...]

Carregar mais Posts

PERFIL

CATEGORIAS

Ir ao Topo