Sunken Living | OMA

O Sunken Living é uma estrutura de sala de estar em que o sofá fica “afundado” nela, a ideia teve seu auge por volta dos anos 1960 e 1970, mas a origem desse estilo pode ser rastreado desde a década de 1920 em alguns hotéis populares. 

Essa configuração de sala de estar teve uma forte influência dos arquitetos modernistas, como Eero Saarinen e Alexander Girard e foi sucesso entre as casas da época, já que o layout convidativo e intimista dos sunkens agradava muito tanto aqueles que gostavam de receber em casa, quanto aqueles que só queriam um canto para relaxar. A ideia de criar um ambiente em desnível deixa qualquer sala com mais personalidade e cria naturalmente uma demarcação. Além disso, os sunkens não passam despercebidos, já que nossos olhos tendem a ir para aquilo que é diferente e provocante.

Um exemplo do Eero Saarinen e Alexander Girard em 1957 para Miller House em Columbus, IN:

Pensando no design, encontrava-se sunkens arredondados (comum em lobby de hotel), formas orgânicas e um ar retrô bem presente nos tecidos e na madeira, por exemplo. Na roupagem mais atualizada desse estilo de estar prevalecem as linhas retas, materiais dos mais delicados como o veludo, até os mais brutos como o cimento, e espaços retangulares quase como uma caixa no meio do ambiente, sem contar as muitas alturas que essas salas podem ter, geralmente ligadas ao nível superior por uma escada com poucos degraus.

Mesmo que a ideia seja usada geralmente em imóveis já com alguma idade e cheios de desníveis, é mais que possível ter um sunken supermoderno e contemporâneo em casa. Alguns arquitetos brasileiros atuais continuam usando o Sunken Living em seus projetos, posso citar o Isay Weinfiled que tem um trabalho incrível nesse aspecto:

Não é a toa que muitos profissionais ainda embarcam nesse estilo, já que as vantagens de uma sala rebaixada são notórias, como:

  • ter sensação de amplitude tanto horizontal como vertical no espaço;
  • criar uma demarcação/separação entre os ambientes;
  • concentrar aconchego e conforto em poucos m²;
  • criar um lugar de relaxamento;
  • e, talvez o mais interessante, sair do layout convencional de uma sala de estar!

Nas imagens abaixo dá para ver como hoje em dia os formatos, tecidos, composições e cores são diversos, e como criar um Sunken Living na sala de estar pode dar um UP em qualquer projeto:

Esse é um conteúdo feito pelo Casa de Valentina com apoio da OMA, que na nossa opinião é a melhor empresa para cuidar do seu imóvel 😉

 

Fontes: Domino.com, Donpedrobrooklyn.com
Imagens: Domino.com, Decoratorist.com, Contemporist.com, Decoist.com, Hoomdesign.com, Reddit.com, Realsimple.com, Leavemealoneopera.com, Homedsgn.com, Dwell.com, Decoryourhomes.com, Messynessychic.com, I.pinimg.com, Dazulterra.blogspot.com

2019-08-27T00:00:58-03:00 Categorias: Salas, Casas, Apartamentos|Tags: , , |

4 Comentários

  1. Dj agosto 23, 2019 em 2:36 pm - Responder

    Deve ser muito aconchegante entrar em um lugar onde na sala o sofá é rebaixado,sensação de conforto total.

  2. Juçara agosto 23, 2019 em 5:30 pm - Responder

    O apto do John Draper (Mad Men) quando se casou pela segunda vez tinha esse sunken living. Como a série, nessa altura, estava nos anos 60, era o auge do estilo.

Deixar Um Comentário