Open House Catê Poli – 2ª parte

“Tons pastel não combinam com essa casa!”

É assim que a família da paisagista Catê Poli define o estilo da sua morada inclusive no andar superior, a área íntima. Ao longo da escada, memórias de viagens e garimpos nas paredes.

Regras na hora de pensar no quarto das meninas? Claro que não! Um buraco enorme na parede une um ao outro, tem pinturas nas paredes – que fizeram junto com o pai, desenhos delas, cores, lembranças e coleções espalhadas por todos os cantos.

Mas como podem quartos tão fora da caixa? A Catê e o Arnaldo entendem de aconchego e não estão muito aí para regras chatas e formais de casas óbvias.

Bom, vou deixar de churumelas, aperta o play e vem dar uma olhada neles falando sobre a casa!

Fotos: Mônica Assan

4 Comentários

  1. Precinia Rufino Silva julho 31, 2019 em 5:07 pm - Responder

    Adorei ,amei ,me apaixonei, cada detalhe da decoração , me identifiquei com esse lugar. Ah! E se parece um pouco,rsrssrs só um pouco com o apezão velhinho térreo q moro nas Perdizes, me deu uma baita acalmada!

  2. Cínzia Marques agosto 1, 2019 em 12:27 pm - Responder

    Que casa, quanta personalidade! É incrível quando as pessoas imprimem sua essência e liberdade com tanta beleza. Me senti como você Lucila, muito à vontade! Fiquei maravilhada e vou ter que ver e rever tudo muitas e muitas vezes, para poder observar tantos detalhes, assim como os amigos da Cadê do Arnaldo…kkk

    • Casa de Valentina agosto 1, 2019 em 4:22 pm - Responder

      Essa casa mostra exatamente como eles são, acredito que todas deveriam ser assim.

Deixar Um Comentário