OPEN HOUSE | CARÔ PONS



Ao retornar ao Brasil depois de uma temporada na Europa, a arquiteta Carô Pons foi surpreendida por uma notícia que esperava receber há algum tempo: o prédio onde sempre desejou fincar raízes estava com um apê para alugar. O encanto da Carô pelo predinho dos anos 1940 começou na época em que ela ainda estava na faculdade: “Uma amiga de infância vivia lá com a avó. Eu costumava visitá-la com frequência e sonhava um dia morar ali. Foi esta mesma amiga que me contou que o apartamento estava vago”, relembra. Erguido no bairro Santa Cecília, o imóvel de 100 m2 é um verdadeiro achado. Por ser antigo, tem uma atmosfera viva, como se guardasse mil e uma histórias desde sua construção. Além disso, conta com pé-direito alto, muita luz natural e uma varanda supercharmosa integrada à sala. 

O LAR DA CARÔ É UMA COMBINAÇÃO DE TUDO QUE ELA MAIS GOSTA: SEUS BICHOS, DISCOS E LIVROS. 

A localização central do prédio também contribuiu para a escolha da arquiteta: “Ele fica bem perto das regiões que mais me interessam na cidade. Daqui, sigo a pé passeando pelo Centro, chego com facilidade à Vila Madalena, à Paulista e aos Jardins. Também consigo fugir rapidinho para o Litoral Norte, onde me refugio desde pequena”, explica. Quem também pareceu adorar as comodidades do novo lar foram os animais de estimação da arquiteta: Tito, o Jack Russell com excesso de alegria e Mona, a gatinha vira-lata – ou como bem diz um amigo da Carô, uma “Royal Street Cat”. 

Com uma personalidade criativa e com um pezinho no retrô, a Carô soube como ninguém criar um ninho a sua maneira. A arquiteta acostumada a desenvolver projetos para clientes, encarou com alegria a composição da própria morada. Móveis com pé palito, peças garimpadas, cores fortes, estampas e um cantinho para a vitrola e a coleção de discos de vinil modelam os espaços amplos e integrados. O resultado de tanto empenho é visível e admirável, mas nunca estático, como explica a moradora: “Desde pequena gosto de montar, desmontar, mudar o layout da minha ou da casa dos outros! Vivo mexendo aqui e ali, trocando uma cor, a posição dos móveis, dos objetos, reciclando, rearranjando… É um prazer e uma terapia”. 

Como o imóvel é alugado, a Carô teve algumas limitações. Intervenções mais ousadas e irreversíveis ficaram fora dos seus planos, mas, mesmo assim, ela conseguiu construir um lar aconchegante e muito original. Uma das alterações mais significativas feitas por ela – e o seu maior orgulho decorativo – foi a bancada da cozinha. Ela adicionou um móvel de madeira com nichos para abrigar utensílios, o cooktop e o forno embutido. No living, dois elementos merecem destaque especial. O primeiro é o papel de parede com estampa tropical em um tom de verde bem denso que, ao lado da parede azul, do piso de tacos e mobiliário de madeira, ajudou a aquecer todo o ambiente. Já o segundo engloba todo o cantinho da varanda, que ganhou status de paraíso particular com a adição das plantas e de uma rede. É ali onde a moradora experimenta momentos de tranquilidade na companhia dos seus bichanos. 

A mistura do moderno com o vintage deixa o lar da Carô tão único e, ao mesmo tempo, acolhedor, não é? Amamos!! Veja mais algumas fotinhos da casa dela na galeria abaixo e confira AQUI uma seleção de produtos que têm essa mesma atmosfera.

E antes de ir embora, que tal visitar mais algumas casas lindas que estão de portas abertas para te receber? Olha só: OPEN HOUSE | FERNANDA AZEVEDO; OPEN HOUSE | NATHÁLIA FAVARO; OPEN HOUSE | MARIA CAROLINA STEPHANO.

Fotos: Julia Ribeiro

2015-09-14T10:50:00+00:00 Categories: Decoração, Open House|

Deixar Um Comentário