Open House Ana Lu Barreto – 1ª parte | Votorantim Cimentos

Acho que vocês concordam comigo quando digo que o concreto é um elemento tão democrático que cai bem nos mais diferentes projetos de decoração, não é verdade? A minha missão com a websérie que produzo junto com a Votorantim é justamente esta: mostrar para vocês como um mesmo material pode se desdobrar em inúmeros estilos sem perder a sua essência prática, versátil e milenar. Dessa vez, quis trazer para o Open House um lar urbano ao melhor estilo dos lofts nova-iorquinos, com seus espaços amplos, abertos e traços industriais tão característicos… Sejam bem vindos ao lar da Ana Lu Barreto!

Do alto do seu apartamento, a advogada Ana Luísa Barreto tem uma vista privilegiada para a copa das árvores que habitam as ruas do Alto da Boa Vista. “Não mudaria nada do que vejo da minha janela. Afinal, a paisagem foi fato determinante para a compra do imóvel”, revela. Na época, ela e o marido Alexandre Salomão, buscavam um lar urbano e moderno, sem muitas paredes divisórias e que oferecesse a eles um estilo de vida mais cosmopolita. Originalmente, desejavam morar em um loft, mas acabaram mudando os planos ao conhecer o conceito MaxHaus. O layout flexível do imóvel acompanhado das amplas janelas e dos acabamentos industriais possibilitaram que o casal criasse a sensação de um loft mesmo morando em um apê convencional. Grande parte desse “feeling” se deu graças ao uso descomedido do concreto aparente, revestimento que toma conta das paredes, do teto e parte do piso em praticamente todos os ambientes. Para quebrar o toque frio do material, entrou em cena a madeira em forma de móveis avulsos, marcenaria e forro no home theater. 

“O projeto segue o estilo industrial, com grandes espaços abertos, mínimo de paredes, madeira onde fosse possível e bastante concreto”.

Por mais que a estrutura original do empreendimento tivesse características estéticas que iam de encontro com a proposta do projeto, a Ana e o Alexandre não conseguiram escapar de um período de reforma intensa. Isso porque, na realidade, o apartamento de 144 m² é fruto da junção de duas unidades do prédio. Essa sacada genial não apenas serviu para duplicar o tamanho do imóvel como também trouxe novas possibilidades de organização da planta, que tem como força motriz a integração. Repara bem como os cômodos são fluidos e multifuncionais.

Assim como nos lofts, a falta de privacidade principalmente na suíte era uma questão bastante relevante, mas a solução não foi apenas simples, como também superestilosa. À primeira vista os olhos distraídos dos visitantes nem notariam a presença de uma porta pivotante em pleno living. Essa porta, que quando fechada parece um imenso painel de madeira, abre-se completamente incentivando a convivência diária e enaltecendo a sensação de amplitude. Apaixonante!

Hora de começar o tour pelo apê/loft industrial da Ana Lu e do Alexandre e se inspirar nas soluções incríveis do projeto. Ahh, e não deixa de voltar aqui amanhã para conferir mais um episódio da nossa websérie!

2018-10-24T18:52:25+00:00 Categories: Decoração, Open House|Tags: , |

Um Comentário

  1. Clayton outubro 24, 2018 em 11:56 am - Responder

    Projeto bonito…. Mas percebo que no Brasil ao falarem de decoração as pessoas se limitam ao cinza,beginho e branco, com isso os projetos ficam muito parecidos ou quase idênticos.

Deixar Um Comentário