Venho observando nos últimos tempos o uso cada vez mais recorrente de futons na decoração, e não é à toa. Essas almofadas especiais, além de terem uma origem milenar e serem muito confortáveis, podem ser grandes aliadas na decoração do seu lar. Por isso, decidi trazer aqui um pouco da história desse item tão curioso e dos diferentes tipos de futons que você pode achar por aí.

Os futons foram inventados há mais mais de três mil anos no Oriente, e na época os modelos não chegavam nem a 10 centímetros. Isso porque a sua principal finalidade era ser flexível, podendo ser dobrado e guardado em qualquer canto da casa.

A peça chegou ao Brasil durante o século XX junto dos imigrantes japoneses, e desde então marca presença em muitos lares brasileiros. Mas assim como quase todo item que é ‘importado’ de fora, o futon sofreu algumas modificações, resultando em modelos mais grossos e robustos no Ocidente.

Levando em conta essa variação de tamanhos e modelos, decidi listar aqui alguns tipos diferentes de futons com suas respectivas características para que você possa avaliar qual você acha mais bonito e qual se insere melhor nas necessidades do seu lar. E no final do post, você pode conferir algumas boas dicas para limpeza dos futons.

Shikibuton: Esta é definitivamente a versão mais parecida com a inventada pelos orientais há mais de três mil anos. O Shikibuton era usado sobretudo como cama, podendo ser dobrado e guardado com facilidade.

Fotos: Airweave/ Reprodução

Além disso, os futons podem ser usados com a mesma utilidade do que almofadas, sejam elas grandes ou não.

Zabutons: Este é o modelo de futon mais conhecido no Ocidente. Os Zabutons possuem o formato de uma pequena almofada com poucas pregas, e são muito usados para revestir o assento de cadeiras, bancos, ou mesmo como assento para refeições com mesas mais baixas. 

Fotos: Japan Objects/ Reprodução

Futon Turco: Este modelo é parecido com os Zabutons, mas é mais grosso e tem pregas mais demarcadas. Devido a sua grossura, ele é mais indicado para ser utilizado diretamente no chão do que os Zabutons. E há até mesmo quem utilize os futons turcos como cama para animais de estimação.

Fotos: Júlia Ribeiro/ Divulgação
Fotos: Adriana Barbosa/ Divulgação

A melhor forma de cuidar dos futons é aspirar sempre que possível para que não haja acúmulo de poeira no tecido. Mas se você não tiver um aspirador, passar um pano liso e seco por cima já resolve. E como o revestimento não é removível, uma boa dica que deixo aqui é limpar os futons com pouquíssima água, assim você evita que fiquem úmidos e, consequentemente, com mofo.

Esse é um conteúdo feito pelo Casa de Valentina com apoio da OMA, que na nossa opinião é a melhor empresa para cuidar do seu imóvel 😉