Aqui no Brasil, diferente dos Estados Unidos por exemplo, a lavanderia é considerada área molhada, pois nosso país com clima tropical, permite secar roupas naturalmente, com o vento ou o sol – que é maravilhoso. Por conta disso, o cômodo é projetado ao lado da cozinha e, com a diminuição da metragem dos imóveis, a integração desses dois ambientes ganhou força, inclusive em residências maiores, e as vantagens são tanto funcionais, quanto estéticas.

Para começar, existem alguns elementos que ajudam a criar a linguagem uniforme entre cozinha e lavanderia na hora do projeto, olha só:

  • como a marcenaria é um dos maiores volumes dentro de uma cozinha, criar armários, nichos e prateleiras com mesmo material, cor e formato para ambos os ambientes, deixa o visual clean e contínuo. Além disso, a marcenaria é fundamental para uma boa armazenagem de produtos e utensílios, evitando aquela baguncinha do dia-a-dia rsss;
  • as bancadas/pedras seguem a mesma teoria acima e ótimas para criarem a impressão de que esses espaços são um só;
  • o posicionamento e tamanho dos metais também necessitam atenção. Hoje, para nossa sorte, o mercado disponibiliza uma infinidade de opções como bica de parede para quem não tem profundidade suficiente na bancada, e até mesmo cubas com diâmetro menor, que podem fazer as vezes de um tanque, por exemplo;
  • o tipo e posição da máquina de lavar pode melhorar bastante a circulação e visual. As mais usadas nesse caso são as lava e seca com abertura frontal, que podem ser instaladas no chão ou em cima da bancada, na altura do olhar de quem for usar;
  • varal, polêmico! rsss Bom, se tem casa, há vida, não dá para fugirmos do varal porque ele é mais que necessário. O legal aqui é buscar maneiras de camuflá-lo quando não está sendo usado, como guardar em um armário, ou adaptar um mecanismo que ele fique na vertical (abaixo nas fotos terão algumas ideias). Uma opção que pode quebrar um galho é, além dos varais de chão dobráveis, instalar ganchos na parede;
  • quando falamos em integração, é entranho pensarmos em divisórias, certo? Mas existem modelos vazados que permitem ainda sim a união entre cozinha e área de serviço, e ficam leve no ambiente.

Vantagens:

  • não ter divisórias entre os dois ambientes permite maior entrada de luz e ventilação natural, fatores importantíssimos na rotina da cozinha e da lavanderia;
  • ganho de espaço, pois ao unificar os cômodos através da bancada ou marcenaria, o espaço de circulação fica mais livre para quem vai fazer tarefas por lá.

É bom ficar atento(a):

  • cozinhar ao lado da lavanderia pode deixar as roupas com cheiro, então é importante lembrar de retirar as roupas limpas do varal ou bancadas;
  • se você recebe bastante em casa e se preocupa com organização, entenda que a área de serviço estará exposta e as roupas, produtos e utensílios idem.

Separei algumas referências para ficar mais claro como funciona essa junção, e te pergunto: acha viável ter uma cozinha integrada com a área de serviço? Funcionaria na sua casa/apto? Me conta nos comentários 😉

Projeto acima: Vão

Projeto acima: Vão

Projeto acima: Sala 2 Arquitetura

Projeto acima: Super Limão Studio

Projetos acima: Zalc Arquitetura

Projeto acima: FC Estudio

Projeto acima à direita: CR2

Projeto acima à direita: Fábrica Arquitetos

Fontes: Decorfacil.com.br
Imagens: Archdaily.com.br, Revistacasaegjardim.com.br, Dicasdedecor.com, Vivadecora.com.br, Tuacasa.com.br, Minhacasa.abril.com.br

Esse é um conteúdo feito pelo Casa de Valentina com apoio da OMA, que na nossa opinião é a melhor empresa para cuidar do seu imóvel 😉