Projeto acima: MLS Arquitectura + Taller Tragaluz

Levante a mão se você tem um banheiro pequeno em casa! hahaha Conforme os anos foram passando, a população foi aumentando e o espaço nas cidades, diminuindo. Essa sequência de fatos tem resultado em milhares de prédios construídos com muitos apartamentos por andar, e, consequentemente, cômodos pequenos.

Resolvi trazer hoje a pauta BANHEIROS, porque acredito que seja o ambiente, dentre os imprescindíveis em uma morada, que mais reduziu de tamanho nos últimos tempos. Muitos apartamentos hoje chegam a oferecer banheiros com 3,50m² no total, ou seja, cabe apenas o trio: pia pequena, vaso sanitário e um box estreito. Maaas, como tudo tem solução, existem alguns macetes que podem ajudar a melhorar o layout e a decoração desse espaço. Anota aí!

CIRCULAÇÃO e ARMAZENAMENTO

Tudo na mesma linha: uma boa opção para deixar a circulação do seu banheiro livre é projetar em uma mesma parede a bancada da pia, vaso sanitário e o chuveiro. Além de facilitar a questão hidráulica, enfileirando essas peças, um corredor é criado naturalmente e a circulação pelo espaço reduzido fica mais agradável.

Portas: não importa qual for, opte pela porta de correr sempre que puder; desde a da entrada, à marcenaria e box. O simples fato de a porta não girar, já livra um espaço enorme que não atrapalha a circulação.

Marcenaria: vai de cada um a quantidade de coisas que tem para armazenar, mas pensando que o assunto aqui são banheiros menores, a marcenaria é mais que bem-vinda. Embaixo e/ou em cima da bancada, armários, prateleiras, nichos e por aí vai! Além de organizar os objetos, esse mobiliário ajuda a melhorar o espaço acusticamente e visualmente, e aqui vale marcenaria planejada ou móveis soltos, tudo depende de gosto e praticidade no dia-a-dia 😀

Paredes: ligada à marcenaria, usar a verticalidade da parede é muito importante em pequenos cômodos. Nos banhos, além dos armários, prateleiras e nichos suspensos, deve-se considerar a instalação de aramados para pendurar toalhas, papel-higiênico, decoração e etc.

Nicho no box: aaah, os nichos! Como eles ajudam a liberar espaço, principalmente dentro do box. Se seu banheiro não tiver paredes estruturais, é possível projetar um nicho dentro do box para colocar os produtinhos de higiene: organização, estética e conforto na hora de tomar banho em um combo só!

Acima do vaso sanitário: antigamente esse espaço era esquecido, mas de uns tempos para cá os arquitetos e designers têm aproveitado – finalmente – como mais um espaço para guardar objetos no banheiro. Geralmente dá para continuar a bancada, passando por cima do vaso, ou até mesmo colocar uma prateleira, fica lindo e usual.

DÉCOR

Revestimentos: a quem prefira modelos menores em grandes quantidades, e quem prefira peças enormes quase sem divisão aparente; a escolha dos revestimentos do banheiro vai depender do gosto e da sensação que o ambiente quer transmitir. O mercado oferece infinitas opções – dá para pirar rsss – e o maior importante é estudar cada escolha e ver como ela vai se comportar, sem deixar o ambiente menor ainda ou claustrofóbico. 

Cores: elas andam de mãos dadas com os revestimentos, mas IMPORTANTE: mesmo cores bem escuras podem funcionar e deixar o banheiro cheio de personalidade. Como dita acima, a atmosfera vai depender da composição com os outros materiais e peças; boas escolhas rendem cômodos bonitos, funcionais e agradáveis.

Metais: pode parecer besteira, mas a escolha dos metais faz diferença na rotina! Existem diversas opções no mercado e tudo vai depender do projeto, mas a posição desses metais vai ajudar muito no uso. Opções como as torneiras de parede, são bem comuns nesse tipo de espaço.

Espelho: item fundamental para o uso no dia-a-dia, e que pode ser um ótimo aliado na hora de trazer sensação de amplitude ao ambiente. Sabendo dosar a quantidade, é possível usar os espelhos de formatos e tamanhos diferentes e interferir na atmosfera e decoração do cômodo.

Iluminação: alguns empreendimentos oferecem banheiros sem janela e circulação forçada, ou seja, nada de luz natural. Nos casos que tem, as janelas geralmente são pequenas, então um bom projeto luminotécnico pode fazer toda a diferença para ter um banheiro iluminado e amplo. Além da luz geral, pontos no espelho e dentro do box são ótimas escolhas.

Tecidos: por último, mas não menos importante: tecidos. Não é porque o espaço é reduzido, que não cabe um tapetinho no banheiro rsss, Os tecidos ajudam na acústica e no aquecimento, principalmente naqueles banheiros que tem azulejo do piso ao teto, e claro, também são essenciais para não molhar ou escorregar no piso durante e após o banho.

Não dava para imaginar que um espaço reduzido poderia render tanto assunto, né? Bom, desliza o post que você vai encontrar boas referências de banheiros pequenos, e no fim, me conta como é o cômodo na sua casa 😉

Projeto acima: Debaixo do Bloco Arquitetura

Projeto acima à esquerda: Debaixo do Bloco Arquitetura

Projeto acima à esquerda: No Architects | à direita: CXEMA

Projeto acima à esquerda: Martins da Cruz

Projeto acima à esquerda: CR2 Arquitetura

Projeto acima: Bossa Arquitetura

Projetos acima: Super Limão

Projeto acima: Diego López Fuster

Projeto acima à esquerda: Estúdio Chão | à direita: CC Arquitectos

Esse é um conteúdo feito pelo Casa de Valentina com apoio da OMA, que na nossa opinião é a melhor empresa para cuidar do seu imóvel 😉

Imagens: Archdaily.com.br, Blog.tony.com.br, Coachdecor.com, Homyfeed.com, Pandriva.com, Abchomy.com, Justaddblog.com, Vhomez.com, Luxidecor.com, News.dreamsscapes.com, Bellavieinteriors.com, Tryprodermagenix.org, Diy-bathroom-remodel.com, Minhacasa.abril.com.br