Um Apê Alugado Totalmente Reformado

Home  /  Projetos  / Um Apê Alugado Totalmente Reformado
Um Apê Alugado Totalmente Reformado 2018-10-29T22:11:06+00:00
10 2018

Um Apê Alugado Totalmente Reformado

29 out, 2018 | Apartamentos, De 100 a 200 m2, Cidade

Project Description

O apartamento de 106m² alugado pela Fernanda Carnelossi, arquiteta que comanda o escritório FNCR Arquitetura, é cheio de charme: piso original da década de 1960 e janelões piso-teto dão vista para o centro da cidade. O objetivo da reforma era renovar o espaço sem o quebra-quebra, preservando suas características originais.

O escritório tinha como foco soluções viáveis. Para começar, uma solução fácil e de grande impacto visual, com custo baixo: a pintura de todo o apartamento. Além disso, as luminárias novas, pensadas no uso e pontos de destaque para pendentes, arandelas e luminárias de mesa. 

Mudamos todo o ambiente, dando um toque contemporâneo, sem deixar de lado o encanto da década de 60. Por isso, é possível, sim, reformar seu apartamento alugado sem o famoso quebra-quebra: com as texturas, cores e móveis adequados, podemos fazer de seu precioso cantinho um belo entrelaço de histórias e memórias.

Na sala, para contrastar com o piso de madeira existente, o cinza foi escolhido para os pontos fixos, como paredes, marcenaria, sofá, puff e cortinas. As outras tonalidades e texturas dão pontos de cor ao ambiente. A marcenaria desenhada e os móveis comprados são soltos e versáteis, para conseguir acompanhar a moradora, caso decida mudar de apartamento ou mesmo mudar a decoração atual.

Com base neutra, a decoração ganhou destaque e conta parte da história da arquiteta: peças garimpadas, obras de arte compradas em leilões online e fotos de viagens. Até uma doce memória ganhou o seu espacinho especial no apartamento alugado: garrafões de pinga e placa de “doces” feita pelo avô da moradora para uma festa junina, que conversam super bem com peças atuais.

No quarto, o armário original foi mantido apenas os puxadores foram trocados, seguindo a mesma linha no móvel baixo, em frente a cama, que serve de apoio no dia-a-dia. O banco ganhou novo uso, agora como mesa de cabeceira de um lado da cama. Do outro, a mesa lateral preta forma composição interessante graças ao móvel mais tradicional com gavetas e nicho, desenhado pelo escritório. Fotos: Mariana Orsi.

Profissional: