Comerciais Decoração

PEÇA ÚNICA NO NOVO COPACABANA PALACE

Copacabana Palace. Quem nunca ouviu falar de um dos mais requintados hotéis do Rio de Janeiro? Para quem não sabe, a construção completa 90 anos agora em 2013 e por isso ganhou uma reforma generosa das áreas sociais e das suítes. Os 147 apartamentos do prédio principal passaram por uma modernização, ganhando acabamentos novos e móveis refinados, que têm tudo a ver com a atmosfera de glamour e sofisticação do Copa. Para escolher as peças que seriam usadas no novo projeto, o arquiteto francês Michel Jouannet visitou o showroom da Peça Única e se encantou com as opções e o acabamento do mobiliário.

A designer Sandra Arruda, responsável pela marca, sempre namorou os ambientes elegantes do hotel, por isso essa parceria deu tão certo. Para comemorar a presença da Peça Única nesse marco da cidade, Sandra organizou uma exposição em sua loja para exibir aos clientes as exatas peças que foram utilizadas no Copa. São cadeiras, poltronas e mesas de apoio que agregam valor aos espaços, principalmente espaços tão disputados como esses. Entre as peças utilizadas no projeto estão as poltronas Ying, Vitória e Flos, ícones da marca.

A Peça Única tem mais de 25 anos de história e é conhecida por atender o mercado hoteleiro de todo o país e também clientes finais com bom gosto e olhar atento aos detalhes.r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r

E agora, mais um pouquinho da história do Copa:

Em 1923, a alta sociedade carioca parou para assistir a inauguração daquele que seria o mais renomado hotel do Rio de Janeiro: o Copacabana Palace. A arquitetura, idealizada por Joseph Gire, teve como inspiração dois empreendimentos similares em grandes cidades do mundo, o hotel Negresco, de Nice, e o Carlton, de Cannes. Assim nascia um dos marcos arquitetônicos da capital.

Por mais de 60 anos ele pertenceu à família Guinle, responsável por sua criação, até ser vendido em 1989 para a Orient-Express Hotels. Nos anos 90 e, mais recentemente, em 2009, o prédio passou por pequenas reformas em áreas isoladas, como a piscina ou parte da fachada. Até que esse ano o Copa encarou a maior reforma de sua história.

A obra levou cerca de cinco meses para ser concluída e foi tocada pelo arquiteto francês Michel Jouannet, sob a coordenação da arquiteta Lúcia Vieira. Tombado pelo patrimônio histórico desde 2008, o prédio não sofreu grandes alterações em sua estrutura, e os elementos principais de sua arquitetura foram restaurados, como a porta giratória de entrada, as escadarias de mármore e lustres suntuosos.r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta