PAREDES COM BOISERIES



O nome francês tem seu charme, vamos admitir. E foi lá mesmo, na França, que o tal elemento decorativo foi criado. No século 18, época em que a realeza nunca se dava por satisfeita quando o assunto era exibir riqueza, um ornamento ou exagerozinho a mais era sempre bem-vindo. Mas se algumas das soluções arquitetônicas daquele período caíram em desuso, a boiserie conseguiu se manter firme e forte e agora pode inclusive ser usada de um jeito bem atual.

Para quem ainda não reconheceu o termo, as boiseries são aquelas molduras delicadas que enfeitam paredes, normalmente desenhando quadrados e retângulos, e que têm uma estética mais clássica. A princípio elas eram de carpintaria, mas alguns substitutos foram encontrados para baratear a técnica: hoje em dia são de gesso, cimento ou isopor (aqueles mais durinhos que imitam gesso, sabe?).

Então aquela impressão de que boiserie é "coisa de rico" não passa de um pensamento enraizado que temos — por conta do passado francês, do visual sofisticado, dos valores antigos de carpintaria, etc… Sempre quis paredes assim e uma casa chique? Então se inspire na seleção de projetos abaixo e arrisque. O resultado pode ficar muito mais leve e contemporâneo do que você imagina.

Os jeitos modernos de usar:

* Para atualizar esse elemento e quebrar um pouco a formalidade do espaço, inclua peças interessantes e criativas na mesma parede: quadros bem-humorados, pôsteres e até uma instalação inusitada com arandelas.
* Se as paredes estão clássicas, mas você prefere uma casa que misture estilos e não fique tão caricata, compense nos outros detalhes decorativos do ambiente: móveis contemporâneos, tecidos com estampas, luminárias divertidas. A decoração de hoje permite essa brincadeira com peças distintas.
* Comprou um imóvel que já veio com boiseries, mas você não morre de amores por esse detalhe? Experimente aplicar algumas camadas de tinta colorida na parede. O visual vai do careta ao moderninho em fração de segundos (ok, em fração de horas, que é o tempo da pintura secar). 

Fotos via Yatzer | Arquitrecos | Guglielmi e Salum

2013-10-24T13:44:00-03:00 Categories: Ambientes, Salas|

Deixar Um Comentário