Decoração Open House Apartamentos

Open House | Renato Dalla Marta – 1ª parte By Cá d’Oro

Quem não gosta de saber como um arquiteto pensa sua casa? Essa é uma curiosidade que eu sempre tenho. Sempre quero entender e conhecer as escolhas do profissional no seu dia a dia, saber quais revestimentos dentre tantos ele escolhe para sim, quais móveis ele tem em sua sala, as cores de suas paredes, etc.


Então, se vc curte matar essa curiosidade aqui vai o apartamento do Renato Dalla Marta, sócio do escritório DMDV. Vamos lá?

Lucila: Quem toca guitarra e violão em casa?

Renato: Eu toco guitarra e violão, tocava com maior frequência na adolescência, gostava e ainda gosto bastante de heavy metal, hoje em dia é mais difícil tirar eles da parede mas eventualmente ainda brinco um pouco, as crianças também pedem para “tocar a guitarra do papai”, obviamente só para tirar onda, ainda são muito pequenos. A marcenaria sob a guitarra abriga um pequeno amplificador e a pedaleira de efeitos.

Lucila: Qual o seu hobby?

Renato: Além da guitarra gosto bastante de fotografia, muitas das fotos que decoram as paredes do apartamento são minhas.

Lucila: Quais arquitetos de fora vc acompanha o trabalho?

Renato: Bom, isso tende a ser um pouco cíclico, mas tenho grande admiração pelo trabalho do italiano Renzo Piano, que considero um dos arquitetos mais relevantes no cenário mundial e do frances Dominique Perraut que tem uma arquitetura de desenho simples e elegantes, sem excessos. Na América Latina, gosto muito do trabalho do chileno Mathias Klotz principalmente dos projetos residenciais.

Lucila: Qual viagem em família que vcs mais aproveitaram gostaram?

Renato: Depois do nascimento das crianças as viagens passaram a ser menos frequentes, mas a que me vem a memória é uma que fizemos pela Alemanha, onde alugamos um carro e visitamos algumas cidades pequenas, medievais, entre as cidades maiores, o fato de efetuar os translados de carro nos dava uma liberdade de horário e roteiros que foi bem interessante. Claro que o fato do país possuir estradas impecáveis e bem sinalizadas, além da sensação de segurança em qualquer lugar, também contribuiram para deixar a viagem mais agradável.

Fotos: Rafael Renzo

You Might Also Like

1 Comentário

  • Responder Jamiu agosto 1, 2017 at 9:43 am

    Muito bacana as cadeiras da sala de jantar, de onde são?

  • Deixe uma resposta