OPEN HOUSE | MELINA ROMANO



A designer de interiores Melina Romano e o administrador Victor Parra estavam no início do namoro, mas já se imaginavam construindo uma vida juntos. Pensando no futuro, eles decidiram comprar um imóvel no Brooklin que ainda estava na planta e esperar a obra ficar pronta. Uma única visita foi o bastante para que o casal se apaixonasse pelo apartamento, que contava com uma boa metragem, layout moderno, luz natural abundante e, para melhorar, ficava em um quarteirão surpreendentemente silencioso. “Foi amor a primeira vista! Na época, o pé-direito duplo era raro e isso nos encantou”, relembram. Depois de alguns anos, Melina e Victor ficaram noivos, mas só após oito meses de casados que eles finalmente se mudaram para o cantinho com o qual sonhavam há tanto tempo. 

COM 120M², O APARTAMENTO TEM JEITO DE LOFT E DÉCOR REPLETO DE DETALHES PERSONALIZADOS.

O famoso ditado “em casa de ferreiro, o espeto é de pau” tem tudo a ver com a história deste lar. Apesar da Melina trabalhar com decoração e ter muita experiência em desenvolvimento de projetos, por diversas vezes sentiu dificuldade de bater o martelo durante a reforma do seu próprio apê. Nessas horas, era o Victor que tomava as rédeas e, além de fazer escolhas essenciais, trazia ótimas ideias. Foi ele, aliás, que sugeriu o uso de tons arrojados nos ambientes! “Queríamos um espaço com personalidade e acreditávamos que o primeiro apartamento deveria ser algo extraordinário. Por isso, optamos por cores nada convencionais, como o abóbora e verde petróleo”. 


Mas antes mesmo de comporem a paleta, Melina e Victor focaram suas energias em eleger o ladrilho hidráulico para o frontão da cozinha integrada: “Queríamos que ele fosse a estrela da casa”, explica a designer. Com padrão geométrico em tons de amarelo, laranja e verde, o elemento cria um ponto de destaque, além de servir de base para o restante das cores espalhadas pelas paredes mobiliário e objetos. Aliás, encontrar os móveis perfeitos também fazia parte dos planos do casal. Pensando na harmonia da composição e também na estética, eles levaram em consideração os mínimos detalhes, como por exemplo, as costas do sofá. “A mesa de jantar oval foi feita especialmente para o projeto, pois ela precisaria ficar no caminho que dá acesso a varanda”, revela Melina. Outra preocupação era em preencher o espaço vazio que o pé-direito proporcionava. Para isso, investiram em belos pendentes de Tom Dixon para a sala de jantar e muitos quadro nas paredes.  






Com o intuito de transformar a varanda em um espaço para receber e relaxar, a dupla decidiu integrá-la ao living. No entanto, nem tudo foi flores durante o processo, já que o fechamento do espaço com pé-direito duplo não foi tão simples de ser feito. No final, mesmo com os contratempos, a investida deu supercerto e o cantinho ficou um charme só, com direito a jardim vertical no lugar churrasqueira e um achado decorativo incrível: a mesa de centro “peça única”, adquirida a um precinho camarada na liquidação. A decisão de criar um ambiente social único e sem barreiras implicou em uma mudança muito positiva para a vida a dois: “Não sobrevivo mais sem essa integração, já que cozinhamos, vemos filme, papeamos em qualquer lugar que estamos. Realmente mudou nossa forma de conviver e agora sempre estamos juntos”, conclui. 






Simplesmente amei o lar da Melina! A galeria abaixo está recheadíssima de fotos desse apê superalegre. E se você quiser deixar o seu cantinho com o este mesmo charme, confira AQUI a seleção de produtos que fizemos!

Fotos: Julia Ribeiro

2016-02-01T02:00:00-03:00 Categorias: Decoração, Open House|

Deixar Um Comentário