Open House | Diogo de Oliveira – 2ª Parte

Chegou a hora de continuar o tour pelo apartamento do designer Diogo de Oliveira, preparados? Hoje é dia de conhecer com detalhes toda a parte íntima da casa, além da cozinha que é integrada com o living e sala de jantar. E é claro que o décor desses ambientes segue o mesmo estilo do restante do apê: superousado, colorido, repleto de referências à cultura pop e pincelado de obras de arte contemporânea.

A essa altura, já deu pra notar que o Diogo é um designer de interiores nato, não é mesmo? O seu olhar super pessoal para o design é o que faz a sua morada parecer viva e acolhedora. O fato de ele gostar de acrescentar itens novos aos ambientes de vez em quando também contribui para essa sensação. Volta e meia, uma peça diferente é somada à sua vasta coleção.

Mas apesar de se divertir compondo o visual dos cômodos e experimentando com novos arranjos decorativos, ele confessa que está satisfeito com a base que criou e que, por isso, não tem o hábito de mudar a posição dos móveis, não. Afinal, a reforma contemplou a retirada de várias paredes do living, que era antiquado e setorizado demais para o seu gosto, possibilitando a criação de um amplo e iluminado espaço de convivência – o Diogo adora receber em casa e ter um planta integrada favoreceu muito os encontros entre amigos. 

“Sem amigos para usufruir do que foi feito, a casa fica sem alma. Casa tem de ser feita para ser usada, para despertar os sentidos, a curiosidade… tem que ter irreverência e alma. Quem faz casa por puro exibicionismo faz com que as pessoas se sintam em um ambiente inóspito e pouco à vontade”, comenta. Essa preocupação em acolher e possibilitar experiências positivas e alegres a seus convidados faz com que eles nunca tenham vontade de ir embora. 

Bom, agora que você já se familiarizou com os ambientes desse lar, vou deixar que o próprio Diogo conte mais detalhes e histórias para vocês em vídeo! Vamos lá?

 

2018-07-25T10:35:39+00:00 Categories: Decoração, Open House, Apartamentos|Tags: |

13 Comentários

  1. Alberto Bueno julho 24, 2018 em 5:28 pm - Responder

    Achei tudo muito instigante. A poltrona verde tem grande destaque na ambientação e achei a escolha da mesa e das cadeiras da sala de jantar muito inteligente. Esse tipo de cadeira é muito confortável, dá para passar horas à mesa.

  2. Wagner julho 24, 2018 em 9:02 pm - Responder

    Foram feitos tantos elogios ao imóvel… É chato criticar, mas eu não sou fã de “toy art”, tampouco acho legal expor brinquedos quando não se é criança! São ambientes com muito estilo (não são minimalistas!), impactantes, belos, seriam, enfim, perfeitos sem tais itens, é a minha opinião.

  3. Ruth Matoso julho 25, 2018 em 10:07 am - Responder

    Fiquei encantada com tanta personalidade. A casa da gente, deve ser o reflexo do morador. Gostei de presenciar, uma mistura de estilo, somos tão acostumados com regras de designer, que evitamos ousar, com medo de parecer cafona. Arrazou!!!

    • Casa de Valentina julho 25, 2018 em 10:46 am - Responder

      Ruth,
      Ele literalmente saiu do décor “comum” e deixou o lar com a sua personalidade.

  4. Rosi Gallo julho 25, 2018 em 2:48 pm - Responder

    Parabéns Diogo sua casa eh linda e aconchegante lugar onde vivemos e recebemos com estilo e assinatura principalmente onde vc mora sem abrir mão dos gordelicias dogs.

  5. Alexandre julho 26, 2018 em 8:56 am - Responder

    Personalidade! A beleza nao está somente no bom gosto, em cada peça, cadeira ou sofá…. a beleza esta na alma criada. Na mistura do bom gosto com a alma. Lindo em cada detalhe! Perfeição! Parabéns pela ousadia, pela escolha das cores, por fugir do convencional e principalmente por criar ambientes praticos, belos e que nos inspiram querer morar!

  6. Raphaela Ferreira julho 26, 2018 em 3:58 pm - Responder

    Uauuuu! Qta personalidade! Completamente diferente do meu gosto e estilo, mas fiquei presa, hipnotizada por cada foto, cada espaço e detalhe. Sensacional!!!! A fuga ao convencional foi em excelência!!!! Parabéns!

  7. maria teresa agosto 2, 2018 em 1:03 pm - Responder

    gosto de tudo o que e´bom gosto…esta casa é uma expressão alegre e muito pessoal … desprovida de preconceitos mas ao mesmo tempo cheia de informaçoes … sugestões … longe do meu conceito de lar … aqui o olhar nunca descansa… mas nao e´minha casa …e´a vida de outra pessoa …entao vejo ela como uma exposiçao…muito interessante para se inspirar….os sofas sao maravilhosos!

    • Casa de Valentina agosto 7, 2018 em 3:38 pm - Responder

      Sem dúvidas a casa precisa ter a personalidade do dono, por isso é sempre importante darmos um toque pessoal onde vamos morar.

Deixar Um Comentário