Apartamentos Open House

Open House | Deborah Apsan – 1ª Parte

Quando conheci a Deborah, ou Debbie, senti que tinha rolado uma afinidade. ela é daquelas pessoas que não tem medo de colocar a mão na massa para ver o negócio acontecer, é calma, super educada – e olha que já encontrei com ela em situação de stress viu rssss montagem de feira, produção, etc. Mas ela tá sempre lá, resolvendo os problemas com calma e delicadeza, como sempre.

Bom, e fui num trabalho que estávamos fazendo juntas, este aqui que fotografamos as peças da Cristais Cá d’Oro lá na Artefacto que surgiu a ideia de fazer o convite para ela participar do nosso Open House.

A Debbie trabalhou a vida inteira com visual, começou com 17 anos na Editora Abril, saiu para morar um tempo fora, mas em seguida voltou, e voltou para moda, trabahou na Claudia Moda (que nem existe mais) e na época respondia para a Constanza Pascolato, sente escola hein!). Bom, de lá prá cá já passou pela Elle, trabalhou com cinema, cenografia, Casa Claudia, Vive Bem, Revistas da Joyce, Arquitetura e Construção, etc… imagina só o background dessa pessoa aí rssss

São mais de 20 anos desvendando, escolhendo e produzindo as casas mais interessantes que vemos nas principais revistas brasileiras.

“Eu tento encontrar a Alma da casa na fotografia. Eu vejo diferentes formas de morar.”

E foi essa uma das minhas primeiras perguntas para ela: qual foi o ponto de partida da sua casa, uma vez que vc é uma pessoa que tem tantas referência e informações? A resposta foi a mais genuína possível:

“Sempre gostei no estilo Ralph Lauren, dessa mescla de azuis, brancos e vermelhos. Adoro azul, tenho uma conexão muito forte com o mar, sou do signo de peixes, tenho casa da praia… Queria uma casa despojada como as casas praianas aqui em São Paulo.”

Bom, daí foi entrar neste duplex de 200m² em Pinheiros com mosaico português e decidir pela compra na mesma hora, afinal, quem aqui já entrou num apê com ladrilhos portugueses no chão? Eu nunca ao menos rssss

Quem assina o projeto do apartamento é a dupla Marco do Carmo e Alberto Lahos, assim que conheci o trabalho deles ADOREI, navegam super bem entre o clássico e contemporâneo como poucos.

Assim que entraram no espaço já começaram a desenhar esse tapete lindo de sisal que delimita a sala e em seguida partiram para o desenho da estante inteirinha em freijó. Olha que bacana, em uma foto que a Debbie estava fazendo no escritório de advogacia Demarest, no prédio do Instituto Tomie Ohtake, ela viu uma estante com o fundo colorido e curtiu a ideia, sugeriu para o Marco e para o Alberto e os doisa abraçaram a ideia colocando essa Fórmica vermelha no fundo da principal marcenaria do apartamento.

É exatamente nesta estante que a Debbie o Beto, seu marido, guardam lembranças de viagens, como o cavalinho da Escandinavia, a bonequinha do Japão e o pandeiro da África, além disso é alí que a Debbie guarda sua vasta coleção de livros e revistas de arquitetura e decoração.

Bom, amanhã eu vou mostrar mais um pouquinho deste apartamento lindo e a super cozinha (vermelha em ton sur ton <3…

Fotos: Julia Ribeiro

You Might Also Like

3 Comentários

  • Responder Open House | Deborah Apsan – 2ª Parte | Casa de Valentina dezembro 20, 2016 at 12:20 pm

    […] Continuando o Open House do primeiro apê com piso de mosaico português que vi na vida rsssss… (para quem não viu a primeira parte desta cobertura duplex clica AQUI). […]

  • Responder Maria Gabriela dezembro 20, 2016 at 3:13 pm

    Adorei o conjunto de branquinhos branco na sala de estar. Onde eu acho esse modelo ?

    • Responder Casa de Valentina dezembro 20, 2016 at 6:25 pm

      Oi Maria,
      lindos mesmo. Vou perguntar para a Debbie e em seguida te falo.
      Bjs,
      Lucila

    Deixe uma resposta