Open House | Bárbara Jalles – 1ª parte

 “Cada projeto tem uma essência e cada projeto tem uma linguagem. E a minha casa é a minha cara!” Foi assim que começou o papo com a arquiteta Bárbara Jalles que me recebeu em seu apartamento em São Paulo para uma tarde de muita inspiração. Visitar o lar de um arquiteto é sempre muito especial. Considero como uma oportunidade de experimentar na prática como aquele profissional entende os espaços e utiliza do seu poder de criação para transformar o seu entorno em algo só seu. E com a Bárbara não poderia ter sido diferente! Ao chegar ao hall de entrada inteiramente espelhado e adornado com belíssimas arandelas de murado pude perceber o quanto ela valoriza peças eternas que atravessam gerações e contam histórias de vida.

Difícil não sentir o impacto da mistura de referências que o projeto transparece. Mas digo impacto no melhor sentido possível! A ousadia de mesclar elementos super tradicionais com peças contemporâneas, móveis de épocas distintas e em cores marcantes é uma qualidade que poucos conseguem desenvolver tão bem. Acredito que essa seja uma das características mais marcantes do trabalho da Bárbara!

“Tenho um perfil mais clássico, mas ao mesmo tempo gosto da modernidade. Então o espaço acaba apresentando uma qualidade atemporal”.

O ponto que mais me chamou atenção em todo projeto, no entanto, foi a ausência de marcenaria! Hoje em dia é quase impossível nos depararmos com lares 100 por cento adaptáveis, mobiliados com peças soltas e que ainda assim ofereçam funcionalidade e certo grau de otimização do espaço.  

A Bárbara, o marido e os dois filhos pequenos já se mudaram diversas vezes. Eles ainda não consideram esse apartamento como o seu ninho definitivo, por isso, o layout solto fazia todo sentido. “O dia que a gente se mudar daqui, levaremos os móveis conosco. É legal mostrar para as pessoas que existe essa possibilidade!”, explica. E olha que a Bárbara é super apegada a todas as peças que estão ali. Isso porque, cada uma delas tem uma história, uma essência que conversa diretamente com a trajetória de vida do casal. O quadro da Renata Egreja que completa a decoração do home theater é um exemplo perfeito disso! Mas vou deixar a própria Bárbara contar essa história na segunda parte do Open House, que entra amanhã aqui no site 😉

Fotos: Julia Ribeiro

2019-04-28T09:32:09-03:00 Categorias: Open House, Apartamentos|Tags: |

8 Comentários

  1. José Ricardo abril 29, 2019 em 7:07 pm - Responder

    Boa noite! Qual é a tonalidade da cor cinza? Abraço.

  2. Neide Marques abril 29, 2019 em 7:16 pm - Responder

    Maravilhoso! Díficil escolher uma peça de arte ou um ambiente preferido. Achei tudo perfeito e acolhedor. Parabéns pelo bom gosto e pela criatividade.

  3. Cristina Maia maio 2, 2019 em 5:20 pm - Responder

    Maravilhosoo o bom gosto da Barbara encanta! Muitoooo orgulhosa do trabalho da minha norinha!!! Amei a matéria

  4. Pâmela Duarte maio 15, 2019 em 12:46 pm - Responder

    Nunca imaginei que uma mescla de estilos são contrastantes daria um resultado desse nível! Estou maravilhada e apaixonada!

  5. Janayna maio 20, 2019 em 1:11 pm - Responder

    A Bárbara é a melhor!!! Lindíssimo apartamento e que pessoa que parece incrível, uma postura, delicadeza e ao mesmo tempo muito centrada e firme! Encantada!!!!

Deixar Um Comentário