Decoração Open House

OPEN HOUSE | BAIXO E MARIANA

 

O que esperar do lar de um casal que vive e respira arte? Nada menos do que espaços tomados por obras que agregam significados e falam das experiências e valores de seus moradores. Até mesmo as paredes da casa, além de acolher, devem assumir a função de suporte para a sua produção artística e coleções, sendo transformadas em uma espécie de galeria intimista que reúne preciosidades muito pessoais. Lá no sobradinho geminado onde moram o curador e professor Baixo Ribeiro e a artista plástica e arquiteta Mariana Pabst Martins o dia a dia e a arte se misturam dessa forma.

PAREDES GALERIAS, COLEÇÕES, ESCULTURAS E CORES LEVAM CHARME À MORADA.

O imóvel fica localizado em Perdizes, bairro paulistano adorado pelo casal. “Sempre gostei daqui. A casa fica perto de onde era o atelier do meu pai e também do metrô”, explica a artista plástica. O jeitinho particular da região encanta o Baixo e a Mariana por lembrar os bairros antigos. Lá, a vida parece se desenrolar sem pressa. As pessoas se conhecem, as contruções residenciais e comerciais convivem lado a lado e as tradicionais feiras desenbocam em frente às casas, convidadando todos os moradores a desfrutarem do espaço público.

 

Decoração de: HallDecoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: EscadaDecoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes

 

Para o casal, decorar os ambientes da casa foi muito divertido e feito sem pressa ou perfeição. No entanto, Mariana considera o processo como algo contínuo, que vai se transformando com o tempo e as vontades dos moradores: “Mudo sempre a decoração. Tenho o hábito de trocar os móveis de lugar, pinto as paredes e tento encaixar mais quadros!”.  Ali não há espaço para regras ou modismos. O que impera é um olhar diferenciado para as peças e objetos e a maneira particular de como elas são expostas pelos cômodos. Tanto Baixo como Mariana têm experiência de sobra no assunto: os dois são os fundadores – ao lado do historiador Eduardo Saretta – da Choque Cultural, galeria superbacana que, além de representar jovens artistas, comunica-se muito bem com as gerações mais novas, curiosas em conhecer esse universo, mas de uma forma mais despojada.   

 

Decoração de: Sala de estarDecoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes

 

Os ambientes internos do sobrado são um deleite aos olhos curiosos. Dá para passar horas e horas passeando pelos quadros lindos que recobrem a estrutura e pelas esculturas que tomam as superfícies. Dentro dos móveis reina a enorme coleção de discos de vinil, livros e mais alguns tesouros artísticos da dupla e as paredes receberam ainda mais amor com camadas de tintas coloridas, que vão do amarelo vibrante, ao lilás do quarto do casal. Para deixar a casa ainda mais interessante, única e carregada de memória afetiva, grande parte do mobiliário utilizado foi herdada da família da Mariana: “Não procuro pechinchas de decoração. Complemento os ambientes com pequenas peças que considero especiais”, afirma. Com muitas referências, ideias e arte, esse lar transparece a personalidade de seus moradores como poucos. “NÓS fazemos da nossa casa um lar!”, finaliza.

 

Decoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes Decoração de: Quarto de casalDecoração de: Detalhes Decoração de: Detalhes

 

Difícil de encontrar uma casa tão única como a do Baixo e da Mariana, né? Adoramos! Veja mais imagens na galeria abaixo e não deixe de conferir os produtos selecionados pelo casal AQUI.

 

You Might Also Like

1 Comentário

  • Responder OPEN HOUSE | BARBARA BRATKE | Casa de Valentina setembro 18, 2016 at 11:59 pm

    […] lambe lambe foi comprado na Choque Cultural (por sinal, já fiz o Open House do Baixo Ribeiro e da Mariana AQUI, é uma casa muito especial, vale…) e lá no começinho do post eu coloquei uma foto de um grafite bem diferente logo no muro de […]

  • Deixe uma resposta