MILÃO 2013 | PARTE 03



Ok, confesso que não é nada fácil falar Yawanawá, mas vamos lá kkkk Depois não esqueçe de dar uma passada no site da Vogue para ver mais por lá. (Se o player não apareceu para você, clique AQUI e ouça na íntegra)

Ontem à noite aconteceu o coquetel do Brazil S/A, um espaço que recebe peças de designers brasileiros e que fica localizado quase na frente do Duomo – que é um ponto de referência em Milão.
Quer saber o que está fazendo o maior sucesso não só lá, mas também nos jornais italianos? O Projeto A Gente Transforma Yawanawá, encabeçado por Marcelo Rosenbaum, que desenvolveu várias peças em cocriação com a etnia Yawanawá no Acre. As luminárias são bem diferentes e logo, logo estão chegando nas lojas da La Lampe, que é a apoiadora da exposição aqui na Itália. Bom, hoje passei quase o dia inteiro em Ventura Lambrate, que é uma feira que acontece na região de Lambrate, a uns 30 minutos de carro do centro. Veja um pouco da cara da região. Minha sugestão é ir com tempo em Ventura Lambrate para você conseguir conversar com os designers. A árvore do estúdio Green Furniture Sweden, além de enfeitar o espaço, ilumina e absorve o som. A estrutura dos móveis feitos pelo estúdio Minale-Maeda são super coloridas e ficam evidentes tanto dentro quanto fora das peças. A Iris 500 é uma mesa lateral que mais lembra uma cartela Pantone. É assinada por Edward Barber & Jay Osgerby para a marca Established & Sons. As criações do designer Martin Bjornson são divertidas e elegantes na medida certa. E que tal essa mesa de jantar sem pé! Pois é isso mesmo, os apoios estão distribuídos nas próprias cadeiras. Criação de Ingo maurer para Established & Sons. Essas peças são da indiana Avni, do StudioAvni. Não a conheci pessoalmente, mas seu pai estava lá aguardando por sua volta e batemos um bom papo sobre a Índia. Lindo o jogo de sombra que estas luminárias da Catellani & Smith fazem na parede. E aí vão outras peças Catellani & Smith. Mais acabamentos em cobre, desta vez assinados pelo estúdio Lex Pott. Não quero ouvir você reclamar nunca mais que suas roupas estão sufocadas hein. Este armário inteiro arejado foi feito para isso nunca acontecer. By Grand Stockholm. Os talheres da Elodie Gobin são leves, coloridos e bem naturais. Parece uma travessa de spaghetti de ponta cabeça, mas são tiras de porcelana. Essa luminária é criação do Studio Mulder. Poesia pura esses móveis com longos pés do designer Umberto Dattola. Vasos e esculturas de porcelana assinados por Krasznai Ceramics. Agora para tudo que fiquei enlouquecida com essa peça feita com palitos de dente pela fashion designer Judith Van Vliet. Não havia quem não parasse para ver as peças Shaping Fluid, da designer Christina Schou Christensen. Um dos meus estandes preferidos. E este é um restaurante que atende ao circuito Lambrate. Bem descolado o lugar! Quer saber mais e mais sobre Milão? Então vem ler a matéria que fizemos para o site da Vogue.

2017-03-29T17:20:33-03:00 Categorias: Meu Mix, Viagens, Design|Tags: |

Deixar Um Comentário