Ambientes Salas

FLÁVIA GERAB RESPONDE | LIVINGS INTEGRADOS

 

Hoje, a arquiteta Flávia Gerab vai responder algumas das questões que recebemos a respeito dos livings integrados. Atualmente, o layout aberto e sem barreiras se transformou em padrão dos novos empreendimentos, ideal para as famílias modernas que buscam convivência, aconchego, luminosidade e sensação de amplitude – mesmo em um apartamento de metragem reduzida, por exemplo. Se você está louco para derrubar aquelas paredes chatinhas da sua casa, mas não sabe como fazer para compor os espaços com harmonia depois do quebra-quebra, esse post pode solucionar os seus problemas. Vem ver só as dicas incríveis da Flávia:

 

Decoração de:

 

Elizabeth Didier: Resolvemos tirar a TV da nossa sala de estar. A nossa sala é ampla e ficou parecendo ainda maior sem ela. Como eu componho o local que era do sofá, já que agora ele está localizado na parede onde ficava a televisão?

 

Flávia: Oi Elisabeth! Analisei as imagens do living que você nos mandou. Acho que seria legal usarmos um banco/pufe no lugar onde era o sofá, como nessa imagem abaixo que me lembrou a disposição da sua sala. Acho que você também poderia colocar outra mesa lateral ao lado do sofá, mais alta do que a existente do outro lado, além de prever um quadro bacana para a parede.

 

Decoração de: Sala de estar; sofá azul claro; Casa de Valentina

 

@todacasaquer: Como criar separações entre os ambientes sem deixar o visual poluído?

 

Flávia: Boa pergunta! Use móveis com proporções parecidas, principalmente na altura. Utilizar a mesma família de cores também ajuda bastante. Fique atenta à circulação, para que nenhuma peça atravanque o espaço, e pense em elementos coringas que separem, mas ao mesmo tempo integrem esses ambientes. Veja esse exemplo abaixo:  duas salas separadas com um banco entre elas, que não bloqueia a visão como as costas de um sofá faria.

 

Decoração de: Sala de estar; poltrona marrom; Casa de Valentina

 

@larissamarguiles: Quando o sofá separa a sala da cozinha, acha que precisa ter algum móvel atrás dele? Ele deve ser alto ou baixo?

 

Flávia: Olha Larissa, se a sua casa for mais clássica ou tradicional eu acho legal separar sim com um aparador baixo. Além de deixar o ambiente mais recolhido, a peça também esconde as costas do sofá que nem sempre são bonitas! Agora, se sua casa for bem jovem e moderna eu acho que você pode deixar as convenções de lado e ousar como na foto abaixo:

 

Decoração de: Sala de estar; parede amarela; Casa de ValentinaDecoração de: Detalhes; sofá cinza; Casa de Valentina

 

@ivesmolina: Como casar os lustres? Eles têm que ser idênticos ou posso usar modelos diferentes?

 

Flávia: Eu costumo usar nas salas integradas luminárias embutidas e na sala de jantar um lustre diferente. Outra opção é usar em um canto um pendente menor e um lustre maior para a sala de jantar. Agora, se você quiser instalar lustres nos ambientes conjugados acho que poderiam ser idênticos como nestes exemplos abaixo:

 

Decoração de: Sala de estar; estante de livros aberta; Casa de ValentinaDecoração de: Sala de estar; luminária bolhas pendentes; Casa de Valentina

 

…Ou então com conceitos semelhantes, como neste living: são dois Sputniks diferentes, um dourado e outro de vidro.

 

Decoração de: Sala de estar; parede cinza; Casa de Valentina

 

Juliana S.: O meu living é comprido, com sala de jantar integrada a sala de estar e tenho uma pequena varanda separada. Queria integrá-la ao living, mas como faço para compor o espaço depois?

 

Flávia: Você consegue entrar com o piso da sala na varanda e nivelar os dois espaços? Isso ajuda bastante a sensação de integração. Se puder, tente criar mais um espaço de estar na varanda trabalhando com o mesmo conceito de móveis, tecidos, cores e proporções da sala. Assim, ela fica visualmente integrada. Veja como trabalhei essa ideia neste meu projeto abaixo. Ao invés de uma sala com varanda integrada você fica com um grande espaço híbrido!

 

Decoração de: Sala de estar; apinel cinza escuro; Casa de Valentina

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta