Perdi a conta de quantas vezes entusiastas por decoração confessaram a mim o sonho em comum de ter uma banheira em casa. E normalmente, esse desejo vem acompanhado da crença de que a empreitada só é possível para quem é rico. Mas ao contrário do que a maioria das pessoas acredita, ter uma banheira em casa não é um luxo alcançável apenas para quem consegue gastar quantias exorbitantes.

Claro que não é qualquer ambiente que consegue acomodar uma banheira confortavelmente, mas se o banheiro que você tem em casa dispõe de espaço sobrando, porque não aproveitá-lo colocando uma banheira e, quem sabe, criando assim um novo espaço de relaxamento para você e sua família?

Para te ajudar nessa missão, separei aqui algumas dicas e informações úteis que podem te ajudar muito na hora de escolher o modelo que melhor se encaixa no seu lar. Primeiramente é importante decidir qual dos dois tipos de banheira você pretende implantar, uma vez que há modelos embutidos e outros que são peças soltas, desencostadas das paredes.

As banheiras embutidas são bem mais práticas, pois é necessário um espaço bem menos significativo. Isso porque se você escolher usar as ‘soltas’, ainda terá que pensar onde encaixar o chuveiro dentro do cômodo. Além disso, é possível instalar sistemas de hidromassagem e cromoterapia nas banheiras embutidas, o que faz toda a diferença se o seu principal objetivo é poder relaxar em meio à espuma.

Em compensação, as não embutidas tendem a ser bem mais atraentes ao olhar e se encaixam mais facilmente na decoração, principalmente no caso de projetos de casas e apartamentos planejados desde o início. Diferente do que acontecia há décadas atrás, hoje já existem modelos ‘soltos’ dos mais diversos acabamentos, desde porcelana até mesmo fibra de vidro.

Mas nada adianta levar esses fatores em consideração se você não se atentar a um dos pontos mais importantes: a ergonomia. Afinal, mais do que planejar uma banheira bonita, é importante caber nela, né? Então aqui vai uma ótima dica para checar se o seu banheiro acomodaria o modelo que você tanto sonha confortavelmente: calcule que a pessoa mais alta da casa deve conseguir se sentar na banheira e esticar completamente as pernas. Aí é só adicionar mais uns trinta centímetros nessa medida, e pronto.

E caso tenha ficado difícil de visualizar, reservei aqui embaixo um espaço para você conferir algumas banheiras interessantes que podem servir de inspiração para o seu lar. ;)

Escritório: Isabela Trevizan // Fotos: Estúdio Paralelo/ Divulgação

Escritório: Karen Pisacane // Fotos: Thiago Travesso/ Divulgação

Escritório: Vinícia Brandão Arquitetura // Fotos: Carolina Mossin/ Divulgação

Escritório: M.O.A Estúdio // Fotos: M.O.A Estúdio / Divulgação

Escritório: D2N Arquitetura e Interiores // Fotos: Isadora Fabian / Divulgação

Escritório: Naomi Abe // Fotos: Monica Assan/ Divulgação

Escritório: Giordano Rogoski Arquitetura // Fotos: Marcus Camargo/ Divulgação

Esse é um conteúdo feito pelo Casa de Valentina com apoio da OMA, que na nossa opinião é a melhor empresa para cuidar do seu imóvel 😉