Slide thumbnail

Na avenida mais badalada de Lisboa.

CONFORTO E PRATICIDADE

Slide thumbnail

Projetada para abrigar o jovem arquiteto.

CASA BOX

Home 2018-07-17T21:50:01+00:00

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO O QUE PRECISA PARA SE INSPIRAR:

_Projetos

Casas e apartamentos que nós gostamos, aprovamos e que, com certeza, serão uma fonte de inspiração e pesquisa para você e sua casa.

_Profissionais

Um jeito eficiente de você conhecer o trabalho dos melhores profissionais do seu Estado ou da sua Cidade. Vem cá ver!

_Fornecedores

Recomendamos poucos e bons fornecedores. São profissionais que trabalham com excelência e reconhecidos pelo mercado. Vem ver de quem estamos falando.

_Blog

Aqui eu mostro um pouco do meu dia a dia, minhas escolhas e também mostro coisas que gosto relacionadas a arquitetura e decoração.
Abs, Lucila

Open House | Guilherme Goldschmidt – 1ª parte

O lar construído pelo Guilherme Goldschmidt e o Danilo Borges é a prova de que um décor ousado também pode ser superacolhedor. O casal que trabalha no mercado da moda – o Guilherme é profissional de eventos e o Danilo é fotógrafo – angariou com o passar do tempo um rico repertório de referências estéticas. Garimpeiros de mão cheia, já eram donos de uma coleção impecável de objetos que pretendiam levar com eles para a nova morada… Faltava apenas encontrá-la!

Acredito que todo mundo à procura de um novo lar passa por alguns perrengues e frustrações, e com o Guilherme e o Danilo não foi diferente. Mas por sorte, uma grande amiga resolveu dar uma mãozinha durante o processo, o que se provou fundamental! Ela sabia que eles estavam buscando um imóvel para comprar e indicou o de uma amiga dela que estava à venda. Poucos dias depois, lá foram eles conhecer o apartamento, localizado bem no miolo do Itaim Bibi.

“O dia estava ensolarado e a luz que entrava nos ambientes era incrível. A gente se apaixonou de cara pelo imóvel”, relembra Guilherme.

Passada a fase massante e já com as chaves em mãos, o casal decidiu partir para a próxima etapa: reformar. E para isso, preferiram buscar ajuda profissional. O designer Robert Robl ficou responsável por transformar os amplos e iluminados ambientes de acordo com os gostos e personalidades dos novos moradores. A primeira reunião que fizeram foi estratégica: aconteceu na antiga casa do casal justamente para que o designer pudesse ver de perto todos os itens que eles já tinham para reaproveitá-los no novo projeto. “Eu adorei o que vi, principalmente um sofá meio Jonathan Adler e os criados-mudos antigos reformados e laqueados de verde água que viraram mesas laterais pro living. Me encantei também com as fotos e gravuras relacionadas ao mundo da moda, objetos de decoração com humor e com as peças garimpadas em antiquários”, revela.

O apê, que fica em um prédio dos anos 70 teve a sua planta original ligeiramente alterada. “A ideia foi reverter parte do segundo dormitório para o escritório integrado com a sala – o restante utilizamos para ampliar o quarto de casal. Como o Guilherme trabalha bastante em casa, a presença desse home office era importante no projeto, e resolvi fazê-lo como um nicho ao lado da sala de jantar”, explica Robert. Sem precisar de mudanças muito drásticas, o período de quebra-quebra passou super rápido e foi muito bem aproveitado pelo Guilherme e o Danilo. Ansiosos para o início das intervenções decorativas, passaram seis meses buscando novas aquisições para os ambientes: “a gente trouxe bastante coisa do nosso antigo apartamento, principalmente alguns móveis que já estavam encaixados na proposta de layout e decoração do Robert. O restante, a gente comprou e garimpou especialmente para cá”, contam.

A paixão pela moda que ambos compartilham serviu de inspiração para a decoração proposta por Robert. Logo de início, o designer de interiores foi buscar referência no apartamento do estilista americano Roy Halston, que viveu em Nova York no final dos anos 70. Usou e abusou de revestimentos sóbrios, como o piso preto e o tom de cinza que tinge as paredes, aliados a inúmeros elementos espelhados, prateados e dourados. “Eu achei que essa base seria a ideal pra dar fundo aos móveis e objetos que eles já tinham. Incluí na decoração alguns elementos étnicos, como as almofadas com desenhos ikat de veludo e os tapetes de Kilim na sala de jantar e no quarto”. 

Já deu para perceber que este lar é realmente único, não é verdade? Aproveite para se inspirar bastante com as fotos do living, mas volta aqui amanhã para conferir o restante do apê – vou te mostrar a cozinha charmossérrima e a área íntima também – e para assistir à entrevista que fizemos com o casal! Combinado?

Fotos: Rafael Renzo

 

12novembro

Critérios Para Escolher um Imóvel

12, novembro|Uncategorized|

Eu busco imóvel e sou chata, beeeeem chata. Confesso. Mas consumo conteúdo de arquitetura diariamente, então minha régua é sim mais elevada que a da maioria. Isso pq não consigo me imaginar morando em uma casa, por exemplo, que não tenha um projeto arquitetônico inteligente, [...]

Load More Posts

PERFIL

CATEGORIAS