Varandas de Apartamento | OMA

A varanda surgiu nas casas para criar uma passagem entre a área interna e o jardim, mas não demorou muito para virar um dos cantos favoritos para as pessoas passarem o tempo. Por conta disso, as construtoras logo pensaram em colocar o espaço nos apartamentos e o sucesso foi certeiro; hoje em dia, as varandas viraram prioridade e os tamanhos são diversos!

Varanda no apartamento é poder ter um cantinho para sentar e apreciar a vista, para organizar reuniões com os amigos e a família, ou até mesmo montar seu jardim ou sua horta. Não tem quem não goste daquele cafezinho na varanda num fim de tarde rsrsss

Hoje eu vou te mostrar as varandas que tenham cara de varanda mesmo, espaços que não foram integrados com a sala e que soam como um respiro dentro do apê!

Para criar essa atmosfera, é interessante criarmos microambientes dentro da varanda: uma área mesa com cadeiras, um banco virado para a vista ou paisagem e uma parte com muuuuitas plantas. Óbvio que isso vai depender do espaço que você tem, mas numa varanda de 2m² você já consegue acomodar uma mesinha com um jardim vertical, por exemplo 😉

As plantas dão vida e renovam a energia no espaço e quando falamos delas na varanda, a imaginação pode rolar solta: vasos suspensos, cachepots de diferentes tamanhos e alturas, estantes, parede verde…quanto mais melhor! O espaço fica ainda mais com cara de jardim quando não fechamos a varanda com vidro, e as plantinhas amam e agradecem!

Conversei com a paisagista Catê Poli e olhas as dicas que ela deu pra criarmos uma composição linda de vasos grandes na varanda:

Plantas grandes em vasos são as que não precisam de muito espaço para suas raízes, por exemplo as frutíferas – jabuticabeira, pitangueira, cítricos (laranja, limão, mexerica), romã, acerola – precisam estar em vasos de 50x50cm.

Pra quem adora as palmeiras e folhagens, os vasos precisam ter 40X40cm no mínimo e estarem na meia sombra, lugar claro e aberto. Algumas aguentam também um lugar coberto ou ambiente interno, aqui algumas espécies pra você ter em casa: Fícus Lyrata (a planta do momento no Pinterest rsss), Pleomele verde, Ciclanto, palmeira Raphis, palmeira Fênix, Strelitzia Augusta (bananeira de leque) e palmeira Veitchia.

Além disso, por planta grande, entendo 1,5m de altura no mínimo e que chegam até 2,5m, essas vão no vaso de 70x70cm. Quanto maior o vaso, melhor! Tem mais terra, mais espaço para raízes e mais nutrientes por consequência!

A Juliana Freitas, também paisagista, me contou sobre plantas volumosas que enchem a varanda de verde, olha só:

Tudo depende dos princípios básicos de clima, vento, insolação e se a varanda é fechada ou não. Em termos de árvores, funcionam bem nos vasos as copas mais volumosas , como as frutíferas. Existe no mercado uma jabuticabeira híbrida, própria pra vaso, que tem um porte menor que aquela jabuticabeira de terreno e frutifica quase o ano todo.

Gosto bastante da romã e da pitangueira, essa última é muito boa, pois atrai pássaros (pra quem gosta rsrs) e suporta vento. Também tem uma planta nativa a Grumixama, planta que dá uma cereja muito gostosa e uma folha grande verde escura linda. Também tem a Uvaia e a Araça, por elas estarem em vaso, é muito importante cuidar sempre da nutrição, investir no maior vaso possível pras raízes terem espaço para crescerem e, claro, SOL!

Se sua varanda não recebe tanto sol assim, a gente vai pras palmeiras e arbustos que gostam de uma sombrinha. Temos a Pinanga Coronata ou a Pinanga Kuhlli, que é entouceirada, porque vem com folha desde a base e cria um volume lindo. As Chamaedoreas e Rafhis, são capazes de encher de hastes no mesmo vaso; tem também as espécies arbustivas bem cheias, como a Pleomele verde, Pleomele variegata e Dracena Arbórea que tem uma copa ornamental e se dá bem tanto no sol, quanto na sombra.

Hoje o mercado tem uma infinidade de opções, dá pra se divertir e criar um cantinho verde super agradável!

Bom, agora vamos falar sobre materiais! Os decks são famosos na hora de escolher o piso da varanda, mas atualmente os porcelanatos que imitam madeira tem sido favoritos, não só pela estética semelhante, mas principalmente pela resistência à chuva e manchas (se você tem churrasqueira, sabe bem do que estou falando rsrs).

O material do mobiliário também é importante. No mercado existem dois tipos, móvel para chuva e móvel para área coberta, a diferença é que esse último também é resistente ao sol, mas não à água. Dá para investir ainda em móveis rústicos com acabamentos coloridos, que dão muita personalidade à varanda. O plástico colorido é um material que se dá super bem na área externa.

Além disso, podemos brincar com a decoração na varanda! Vasos, esculturas, pratos de parede, almofadas, futtons… são muitas possibilidades. Ah, mas se sua varanda é um lugar que bate muito sol, só evite fotos, impressões ou gravuras, pois elas podem desbotar com o tempo. Em casos de fechamento de vidro, para amenizar o calor, temos a opção de colocar ar condicionado e esconder a condensadora com uma caixa ripada ou, novamente, com as plantas. A instalação de uma tela solar também ajuda a reter o calor, deixa o décor harmônico e ainda protege os móveis e decoração. 

Esse é um conteúdo feito pelo Casa de Valentina com apoio da OMA, que na nossa opinião é a melhor empresa para cuidar do seu imóvel 😉

Fontes: Instagram.com, Decorfacil.com, Pinterest.com, Ceramicaburguina.com.br, Vivadecora.com.br, Flores.culturamix.com, Plantasonya.com, Arquiteturaeconstrução.abril.com.br, Historiasdecasa.com.br, Todosarquitetura.com.br

7 Comentários

  1. juliana freitas julho 24, 2019 em 5:28 pm - Responder

    Muito bom participar dessa linda matéria com vcs !!! Obrigada à toda equipe do Casa de Valentina e parabéns pela reportagem incrível !!!

  2. Jotanael julho 25, 2019 em 7:54 pm - Responder

    Maravilhoso

  3. João Francisco julho 25, 2019 em 10:26 pm - Responder

    Com certeza com varandas assim e o melhor local do apartamento!

  4. Maurício Andrade julho 31, 2019 em 9:57 pm - Responder

    Varandas como essas sempre se tornam o melhor local da casa! Excelente conteúdo e ótimas referencias! Parabéns pela matéria!

Deixar Um Comentário