Sem categoria

DESEJOS DECORATIVOS

O apartamento é um duplex na Vila Madalena, mas a soma da metragem dos dois andares mal ultrapassa os 80 m². Ou seja, não se trata de um projeto absurdo de ambientes intermináveis, mas sim de um apê real, com uma decoração possível e cheia de boas sacadas. Quer saber quem é o responsável por tudo isso? O arquiteto Robert Robl, que foi procurado pela moradora para que realizasse três desejos: uma sala flexível, que eventualmente virasse quarto para receber visitas, uma marcenaria bem resolvida e uma área externa com jardim e vista.

Em suma, a cliente, que é solteira e não tem filhos, queria que o seu ninho fosse leve e aconchegante, que tivesse plantas, mas não uma cara rústica, e que se beneficiasse de muita luz natural. Por isso o espaço mais aberto do piso superior virou prioridade máxima no projeto. A antiga área descoberta, que não podia ser usada em dias de frio e chuva, ganhou fechamentos de vidro nas laterais e uma cobertura do mesmo material no teto.

Esse ambiente, que ainda conta com churrasqueira, foi integrado à sala de estar para reforçar o conforto na hora de receber os amigos — até o sofá é de um modelo que vira cama. E o resultado ficou tão bom que a cozinha oficial, no andar de baixo, é usada com menos frequência do que a mais aberta. Nessa área social e em todo o restante do apê, a marcenaria planejada por Robert faz mágica. Uma estante assume mais de três funções, a lava-roupas fica escondida atrás de uma porta, o ar-condicionado também se camufla, entre outras soluções.

No pavimento inferior, uma segunda sala estreitinha divide a televisão com o quarto. Apoiada em uma peça de marcenaria com estrutura giratória, o equipamento atende aos dois espaços alternadamente. Para complementar as escolhas de layout e o aproveitamento total, o arquiteto procurou usar cores claras como base e o verde, cor preferida da cliente, em detalhes pontuais da decoração.r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r
r

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta