Sem categoria

ALMA DE COLECIONADOR

Todo mundo sabe que, independente de tendências e modismos, a decoração de um lar precisa refletir a personalidade, e também a história, de quem ali vive. Levando esse conceito ao pé da letra, o arquiteto David Bastos compôs um décor rico e cheio de referências pessoais nesse apartamento de 600 m² na Alameda Tietê, em uma das regiões mais disputadas de São Paulo. Com uma extensa bagagem cultural acumulada ao longo dos anos, os moradores possuem tesouros preciosos que serviram de inspiração para Bastos, como a numerosa coleção de obras de arte, que ocupa praticamente todas as paredes da área social.

Apesar da atmosfera sofisticada e dos ambientes aparentemente impecáveis, o imóvel é, antes de tudo, um lugar de conforto, onde os clientes podem receber os amigos de uma forma casual, sem restrições. De um lado do living, enormes janelas ocupam praticamente toda a extensão do cômodo, enquanto na face oposta, portas de correr se abrem para a varanda que circunda o apartamento. As paredes ganharam pintura em tons neutros para servir de pano de fundo às telas e esculturas. Para o melhor aproveitamento de todos os espaços, o arquiteto propôs a remoção de algumas divisórias, integrando as funções e melhorando a circulação.

Cada detalhe dessa morada é único, porém, o highlight do projeto fica na área externa da cobertura. Debruçada sobre a agitada capital paulista, a piscina de revestimento escuro é rodeada por um guarda-corpo de vidro, criando a ilusão de que está flutuando. Anteriormente posicionada na face Sul do edifício, a piscina foi deslocada para o Norte para que pudesse receber sol durante todo o ano. Móveis sofisticados complementam o ambiente ao ar livre, cujo paisagismo ficou a cargo do renomado Gilberto Elkis. Veja mais opções no site da Arthur Decor.

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta