Blog

TIRAMISÚ DE LIMÃO

sem gluten sobremesa1

Absolutamente tudo que envolve mascarpone eu tenho uma tendência beeeem forte em gostar, daí vem a Schär com essa receita que além do queijo leva Limoncello rssss

Mas o que eu acho mais espetacular dessa receita é que ela é super democrática. Já presenciei várias vezes amigos que passam vontade em almoços e jantares pois fazer uma dieta com restrição de glúten, e essa uma alternativa diferente e deliciosa que agrada a todos, além de ser um “clássico descolado”.

O tiramisú todos já conhecem e imagino que saibam o sabor,  mas esse de limão surpreende. É DELICIOSO e bem diferente – ao menos eu nunca tinha provado rssss Além do que  apresentação fica super bonita. Gosto demais de sobremesas que vêm em taças individuais, acho sempre um charme.

sem gluten sobremesa2

sem gluten sobremesa5sem gluten sobremesa3 sem gluten sobremesa4

OPEN HOUSE | LULI MARTINS

Ana_Luiza_6F9B2235_Foto_Julia_Ribeiro

O apartamento da Ana Luiza Martins é cheio de surpresas. Perguntando uma coisa aqui e e outra ali  descobri uma vida de histórias.

Vou te contar um pouquinho neste post. Vamos lá. A Ana Luiza – ou Luli – é uma paulista recente, veio há 7 anos do Rio de Janeiro para cá eu jurava que ela tinha, no máximo, uns 36 anos (e pelas fotos você vai ver o motivo), mas tem 41, e é advogada tributarista, mas seus amigos falam que não parece, tem um estilo mais de quem trabalha com moda ou cinema rssss Tenho que concordar, principalmente quando você conhece a copa/cozinha da Luli, um espaço que traduz muito ela. “Me reconheço na cozinha. Tenho uma personalidade solar, exatamente como enxergo esta parte da casa”

Ana_Luiza_6F9B2247_Foto_Julia_Ribeiro Ana_Luiza_6F9B2130_Foto_Julia_Ribeiro

Vamos então começar pela copa né? Diferentemente do que acontece em outras casas a Luli recebe na copa. Como adora cozinhar chega a fazer jantares para até 5 amigos ali no ambiente mesmo ou, quando prepara a mesa na sala de jantar, ao menos os aperitivos são servidos perto do fogão, assim todos participam da finalização dos pratos.

“Muito melhor do que restaurante é estar em casa, não ter que pedir a conta e sair correndo.”

Além de ser super vibrante a copa e a cozinha da Luli acolhem uma coleção incrível de porcelanas. Para quem gosta do tema, peguei algumas dicas com ela: Adoro colecionar louça! Os nichos que acomodam os pratos são da Oppa. Eram originalmente para livros, mas como cada um suporta até 4 quilos, resolvi comprar para colocar parte da coleção.  Os pratos são ou lembranças de viagem (como os que comprei na Áustria no réveillon de 2015), coisas da Tania Bulhões, que amo, da Vista Alegre (que acho um clássico) e também da Anthropologie (parada obrigatória em qualquer viagem aos Estados Unidos!)”.

E por ser – desculpe a obviedade da frase, mas neste caso se encaixa perfeitamente – o coração da casa, a cozinha esta vestida com muita memória.

“Os peixes pendurados sobre o fogão foram comprados em viagem à Toscana! Os da parede são uma aquisição recente na loja da Vista Alegre na Haddock Lobo. A idéia de colocar ali foi da Ciça. Adorei! A galinha é de família, veio de Minas e “morava” no Rio de Janeiro até 2009, quando minha mãe faleceu. Então, é uma memória afetiva muito forte! As fotos da copa são do carnaval do Rio, de uma fotografa carioca amiga da minha mãe (presente dela também).  As fotos ao lado da geladeira também trem história. As em sepia foram compradas em NY em 2004 quando acabei meu mestrado em tributação internacional na New York University. A foto colorida é da mostra mais impactante que já vi: “The Gates” (2005), de Christo e Jeanne-Claude. A foto foi tirada pelo Cesar Seabra, jornalista e meu ex-marido (é bom ter lembrança das pessoas assim).”

A Ciça que a Luli fala aqui é a Ciça Rego Macedo, uma grande amiga dela e sócia da Luiza Lemgruber na Sambaiba Arquitetura.

Ana_Luiza_6F9B2134_Foto_Julia_Ribeiro Ana_Luiza_6F9B2131_Foto_Julia_Ribeiro